Artista cria templo com obras censuradas onde nazistas queimaram livros

Foram usadas 100 mil cópias de livros censurados.

publicidade

A artista argentina Marta Minujín de 74 anos criou uma réplica monumental do Partenon — o templo grego dedicado à deusa Atena.

A sua obra, no entanto, não foi feita de pedra — mas composta por uma coleção de 100.000 livros censurados.

Segundo Marta, a arte simboliza a resistência contra repressão política.

publicidade

O Partenon dos Livros

Partenon Livros (1)

A réplica do templo está em Kassel, Alemanha, e faz parte do festival de arte Documenta 14.

Com a ajuda de estudantes da Universidade de Kassel, a artista argentina identificou mais de 170 títulos que foram ou estão censurados em diferentes países do mundo.

Partenon Livros (2)

publicidade

Depois, pediram doações de cópias dos livros para dar corpo à arte.

A base da construção foi milhares de cópias desses livros, plástico e aço.

Partenon Livros (3)

Partenon Livros (11)

Mas o livro mais controverso da Alemanha não faz parte da obra.

O livro “Mein Kampf” de Adolf Hitler não se juntou aos outros livros.

publicidade

Partenon Livros (4)

Claro, por uma boa razão: os nazistas censuraram milhares de livros.

Aliás, o local onde foi erguido o Partenon dos Livros é historicamente conhecido como o lugar onde os nazistas queimaram 2 mil livros em 1933, como parte da campanha de censura.

Partenon Livros (5)

Esta não é a primeira versão do Partenon dos Livros

Marta Minujín realizou a primeira versão do Partenon dos Livros em 1983, usando como material de construção os 25 mil livros censurados pela ditadura militar argentina.

Partenon Livros (6)

Naquela época, o tempo foi levantado numa praça em Buenos Aires.

Partenon Livros (7)

A nova versão esteve em construção desde outubro de 2016, com a abertura oficial em junho deste ano.

Partenon Livros (8)

Os visitantes podem participar do projeto verificando a lista de livros proibidos e levando uma cópia para inclusão no trabalho.

Partenon Livros (9)

A exibição acontece até o mês de setembro. Se você estiver na Alemanha, talvez seja um bom programa conhecer o Partenon dos Livros.

Partenon Livros (10)

Saiba mais sobre o festival Documenta 14 no site oficial, no Facebook ou no Instagram.

Gostou do projeto de Marta?

Compartilhe este artigo com um amigo. Obrigado!

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments