Polícia Militar cria campanha para famílias adotarem cachorros aposentados

Merecem muito amor, carinho e soninho!

Polícia Militar cria campanha para famílias adotarem cachorros aposentados
Polícia Militar cria campanha para famílias adotarem cachorros aposentados

A aposentadoria é algo que preocupa a todos. Até mesmo os mais jovens, que só irão alcançá-la daqui a uns 20 ou 30 anos, já fazem planejamentos para garantir seu merecido descanso. 

Não é desconhecido que muitos cães trabalham em instituições como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. Eles estão sempre envolvidos em operações para garantia da segurança em eventos públicos, como jogos de futebol, apreensões de drogas e socorros.

E como todo bom trabalhador, os cãezinhos também são filhos de Deus, e chega um momento em que eles precisam descansar. Isso mesmo, os doguinhos se aposentam!

Te interessa?

Pensando na garantia de uma boa aposentadoria para esses animaizinhos, a CIPCães, Companhia Independente de Policiamento com Cães, responsável em Pernambuco por ações policiais com a presença dos animais, lançou, nesta última terça-feira (23), a campanha  “Adote um Herói”.

Imagem: Reprodução Instagram

“Depois de anos servindo a sociedade, agora eles precisam de um lar para descansar.”, publicou a instituição em seu Instagram.

A ideia é que membros da sociedade civil se disponham a adotar um cãozinho policial e tomar conta dele até o fim de sua vida. O órgão não tornou públicas as condições nem os benefícios da adoção, mas pediu que os interessados entrassem em contato através do chat da rede social. 

Os dias de glória!

O anúncio da CIP Cães em seu Instagram já tem mais de dez mil curtidas, número bem acima da média de suas outras publicações. Os animais em sua maioria são da raça pastor alemão e aparentam ser vovôs e vovozinhas.

Muitos internautas interagiram mostrando a aceitação popular da ideia. Na publicação que já tem mais de 500 comentários vemos as pessoas expressando sua opinião sobre a ação.

Deus queira que esses anjos sejam adotados por famílias incríveis que proporcionem a ele uma vida maravilhosa“, disse um internauta. 

Muito cuidado @CIPCAES.PMPE para não aparecer adotantes que queiram usar eles para continuar trabalhando como cão de vigilância patrimonial. Muitos têm uma vida infernal! Eles merecem descansar numa casa de família!“, alertou com razão outro usuário da rede social. 

Veja publicação na íntegra:

Cachorros aposentados

Os cachorros trabalham na Polícia por um tempo que vai de sete a oito anos. As raças mais comuns exercendo atividade são os pastores alemães, labradores e pastor-belga-malinois. 

A habilidade mais usada desses cachorros é o faro, mas sua presença também é usada para controlar aglomerações. Um animal chega a ter uma rotina de trabalho de seis horas diárias em média.

São treinamentos intensivos visando a disposição física do animal. Além desses, há exercícios de rastreamento e outros. 

Um dos principais benefícios de se adotar um cão policial aposentado é já receber um animal que você conhece a sua personalidade, mas principalmente é de ser treinado para o convívio com ser humano. 

Fonte: Jornal do Comércio

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar