Prefeitura de Minas Gerais inicia distribuição de kits de absorventes para alunas de escola municipal

Direito para todas!

Prefeitura de Minas Gerais inicia distribuição de kits de absorventes para alunas de escola municipal
Prefeitura de Minas Gerais inicia distribuição de kits de absorventes para alunas de escola municipal

Um absorvente é algo essencial e indispensável na vida de pessoas que menstruam, não é mesmo? Porém, infelizmente, não são todas que têm acesso a esse item. Com o objetivo de sanar essa demanda, a prefeitura de Uberlândia iniciou a entrega gratuita de kits de absorventes para as alunas da Rede Municipal de Ensino.

Com dois pacotes de oito absorventes cada, o kit faz parte do Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual, do decreto municipal de número 19.452, que regulamentou no município, em novembro de 2021, a lei federal 14.214.

Para receber o kit, as alunas precisam estar cadastradas no CadÚnico e poderão pegar o item nos cinco primeiros dias úteis de todo mês. Porém, essa primeira entrega foi feita diretamente aos pais e responsáveis.

Te interessa?

De acordo com Katia Cristina Sousa Ferreira, diretora da Escola Municipal Tenda do Moreno, muitas alunas acabam faltando às aulas quando estão menstruadas, pois precisam dos absorventes e não têm condições de comprar. Ou seja, o impacto será muito positivo, inclusive no rendimento escolar dessas estudantes.

“Agora poderemos auxiliá-las e nessa primeira entrega faremos isso com a presença da mãe para assegurar que a família está ciente da entrega e que a menina menstrua. Faremos, também um trabalho de orientação sobre o uso correto e higiene corporal. É um ganho, uma iniciativa inovadora”, enfatizou a diretora.

Crédito: Pixabay
Mais de duas mil meninas serão contempladas pelo Programa.

Estima-se que mais de duas mil meninas, com idade acima dos onze anos e em situação de vulnerabilidade socioeconômica, serão contempladas pelo programa.

A cerimônia de entrega foi realizada Centro Administrativo Municipal e contou com a presença da secretária municipal de Educação, Tania Toledo, do prefeito Odelmo Leão, além de diretoras, representantes da rede municipal de saúde e vereadores da cidade.

Pobreza menstrual é triste realidade para muitas brasileiras

Segundo números levantados pelo estudo “Pobreza Menstrual no Brasil: desigualdade e violações de direitos”, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Fundo de População da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de quatro milhões de mulheres não tem acesso aos itens básicos de cuidados menstruais e mais de setecentas mil vivem sem acesso a um banheiro ou chuveiro dentro da própria casa.

Os dados são alarmantes e muito preocupantes, não é mesmo? E é por isso, que iniciativas governamentais como o Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual são essenciais. Para sanar outros problemas, o Programa da prefeitura de Uberlândia também prevê ações educacionais sobre saúde educacional.

Tania Toledo também explicou que, em parceria com o Programa Saúde Escolar, cada escola irá promover orientações sobre os cuidados com o corpo. “Além disso, começamos a distribuir para as estudantes uma cartilha sobre o assunto, com o ‘Calendário do Corpo’, que é uma tabela para que essa adolescente acompanhe as mudanças pelas quais passa durante o mês”, afirmou a secretária municipal de Educação.

Tudo isso é uma maneira de melhorar o conhecimento das alunas para que elas estejam cientes dos cuidados com o próprio corpo e os direitos que elas possuem! Para que mais pessoas que menstruam tenham acesso a higiene e saúde básica, iniciativas e programas governamentais como esse são necessários e urgentes.

E você? Conhece alguma iniciativa particular que tenha como objetivo levar mais saúde e qualidade de vida para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica?

Fonte: Prefeitura de Uberlândia 

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar