Professora junta milhares de pessoas para garantir comida aos alunos na pandemia

Um projeto transformador!

Professora junta milhares de pessoas para garantir comida aos alunos na pandemia
Professora junta milhares de pessoas para garantir comida aos alunos na pandemia

Uma professora do ensino fundamental de uma escola americana recebeu a ligação de uma mãe desesperada. Motivo?

As principais refeições do filho eram feitas na escola e com as férias escolares, ele não teria onde comer e estava perguntando à professora se ela saberia um local onde encontrar.

Essa mãe me disse que não estava preocupada consigo mesma, mas que não podia deixar seus filhos ficarem sem comer por duas semanas. Eu contei a meu marido sobre isso, e sabíamos que tínhamos que fazer algo.”, lembra a professora. 

Te interessa?

LeJeune Parker, professora turca de 34 anos, ficou sem chão, afinal ela nunca imaginou que a fome fosse um problema para os seus alunos. De imediato, ela contou a história a seu marido e foi levada a refletir se aquela não seria a realidade de outros estudantes da escola.

Ela, na companhia do seu esposo, saiu de casa e foi ao supermercado comprar alimentos para aquela mãe aflita, mas a preocupação com os demais tinha se instalado em seu coração e germinava.

No ano seguinte, ela mobilizou uma campanha em seu bairro através de mensagens de textos. As doações recebidas foram suficientes para  garantir que os seus 22 alunos saíssem de férias com uma cesta de alimentos não perecíveis suficiente para todo o período. 

Professora posa para foto com uma das crianças beneficiadas

A ação foi um verdadeiro sucesso. O impacto na vida das famílias beneficiadas era claro. Era possível ver o brilho nos olhos dos pais e a alegria das crianças ao saber que não iriam passar necessidade. Esse era o gás que motivava ela e o seu marido a continuar com o projeto.

A semente para um projeto gigante

“A comida é algo que ninguém pode prescindir. Não é apenas uma necessidade humana básica, é um direito humano.”, faz questão de pontuar a Parker. “Eu sou parte da família deles agora e eles são parte da minha”, disse ela. “Estamos todos aprendendo juntos. Eles me ajudam tanto quanto eu os ajudo.”.

O que começou com uma arrecadação de 500 dólares, passou para 1000 dólares e nesse ano chegou a incrível marca de 106 mil dólares arrecadados. O dinheiro foi suficiente para providenciar os kits alimentares de 5.200 alunos de 12 escolas primárias.

A ação que começou inspirada pela necessidade da família de um aluno e foi levada à prática timidamente nos corredores de um supermercado, hoje conta com 70 voluntários, milhares de doadores e atinge centenas de famílias. 

Umas das principais filosofias da professora é saber que as pessoas são complexas, o nosso próximo enfrenta lutas que desconhecemos e o nosso papel é tornar esse fardo mais leve. 

LeJeune Parker é um exemplo a ser seguido por todos nós. A sua preocupação com a educação e a segurança alimentar dos alunos nos mostra a não se ater apenas ao nosso dever. Temos que ir além, entender as reais necessidades das pessoas e tentar lhes ajudar a resolver. 

Fonte: Washington Post

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar