COMO ASSIM? Acredita que essas PUNIÇÕES já foram aplicadas em escolas?

Confira quais são as punições mais bizarras já aplicadas em escolas ao redor do mundo!

COMO ASSIM? Acredita que essas PUNIÇÕES já foram aplicadas em escolas?
COMO ASSIM? Acredita que essas PUNIÇÕES já foram aplicadas em escolas?

As escolas ao redor do mundo implementaram várias regras diferentes para ajudar a manter os alunos na linha

Ter certas regras e leis em vigor mantém as sociedades civilizadas enquanto mantém uma comunidade organizada. 

Os estudos têm mostrado que várias pessoas têm menos probabilidade de quebrar as regras quando as punições são implementadas.

No entanto, algumas punições aplicadas nas escolas são bastante inacreditáveis e até algumas acabam deixando um efeito negativo nos alunos. 

Punições que já foram aplicadas em escolas

Os anos das crianças nas escolas vão desde o jardim de infância até o ensino médio, para muitas crianças, são alguns dos momentos mais memoráveis ​​da vida. 

Para as crianças, a escola é um período de definição em que os adolescentes começam a se tornar realmente eles mesmos.

Confira a seguir uma lista com as 25 punições escolares mais inacreditáveis já aplicadas em alunos. Você vai se surpreender com tamanha crueldade da parte dos “educadores”. 

punições-nas-escolas

1 – Preso por causa de um arroto

Um aluno foi preso por simplesmente arrotar em 2011. O professor chamou a polícia e o levaram para um centro juvenil local. Felizmente, não houve acusações contra o aluno e ele deixou a prisão depois de algumas horas.

2 – Batendo nos alunos com um remo

Os professores no final do século IX foram incentivados a punir seus alunos batendo em suas costas com uma raquete de madeira. O ato de bater em uma pessoa com um remo tornou-se uma das formas de punição mais populares ao longo dos anos.

 3 – Baile de formatura falso

Para uma aluna do Mississippi, sua experiência no baile foi tudo menos especial. Sua escola realizou um baile de formatura falso especificamente para ela, sua parceira e cinco outros alunos com deficiência. Essa punição homofóbica levou a um processo no qual a escola foi considerada culpada.

4 – Internação

A história de uma aluna de 6 anos de Jacksonville, Flórida, internada em um centro de saúde mental chocou a Internet. Funcionários da escola alegaram que a aluna de 6 anos era tão incontrolável que não sabia mais o que fazer. A decisão foi tomada por um profissional de saúde mental licenciado terceirizado.

punições-nas-escolas

5 – Trancando alunos em armários

Uma professora usava um armário totalmente escuro como forma de punir os seus alunos. Embora a punição seja extremamente cruel, a parte mais chocante sobre ela é que seus alunos tinham apenas quatro anos.

6 – Humilhação em público

Alex Barton, um jovem estudante, foi forçado a participar de uma discussão em sala de aula sobre todos os motivos pelos quais ninguém gosta dele. Sua professora foi a primeira a liderar a discussão em classe e ela até comentou que o odiava.

7 – Cortando o cabelo como punição

Uma aluna estava sentada em sua mesa uma tarde enquanto brincava com as pontas de seu cabelo recém-trançado. Poucos minutos depois, sua professora a chamou para sua mesa.

Sua professora agarrou sua trança e começou a cortar uma mecha de seu cabelo. A professora afirma que cortou o cabelo da menina porque estava distraindo os outros alunos. 

8 – Boné de burro

Esse tipo de boné surgiu nos Estados Unidos como uma nova forma de punição no final dos anos 1950. Os alunos teriam que se sentar no canto da sala de aula usando o chapéu de cone pontudo.

9 – Almoçando no chão

Em 2009, um grupo de alunos da quinta série foi forçado a almoçar no chão na Summer Elementary School, em Nova Jersey.

punições-nas-escolas

10 – Usando uma placa

Um aluno teve que usar uma placa como punição, na placa estava escrito:  “Ei, eu quero ser um palhaço da turma. Estou na 7ª série e tirei três notas fiscais. Toque a sua buzina se houver algo errado com isso”.

Muitas pessoas que passavam de carro pelo garoto, buzinavam para apoiar a punição, porém outros a viram como uma punição inaceitável.

11 – Ajoelhando-se sobre ervilhas

Recentemente, apareceu na Internet uma imagem que mostra os joelhos gravemente inchados de uma menina. Posteriormente, foi identificado que a menina sofreu esses ferimentos depois de horas ajoelhada sobre ervilhas congeladas.

Essa forma de punição é normal nas escolas chinesas. Embora algumas formas de punição de joelhos possam ser legais, ajoelhar-se sobre ervilhas é uma disciplina chocantemente cruel e incomum.

12 – Segurando o xixi

Várias escolas em todo o país punem os alunos fazendo-os segurar o xixi. Fazer um aluno segurar a bexiga não é apenas injusto, mas também perigoso.

13 – Mandado da escola para casa para trocar de roupa

Pode ser uma surpresa saber que a maioria dos estudantes nos Estados Unidos não tem permissão para mostrar os ombros. Essa regra é implementada porque, supostamente, ombros nus são uma distração potencial para outros alunos.

punições-nas-escolas

14 – Desfazer as amizades

Algumas escolas na Inglaterra estão começando a proibir os alunos de ter melhores amigos na escola. Alguns professores estão chegando ao ponto de obrigar os alunos a não serem amigos de seus melhores amigos.

15 – Smartphones apreendidos

Muitas pessoas concordam que os telefones celulares devem ser limitados na escola, mas não devem ser proibidos ou confiscados. Os smartphones agora são como minicomputadores. Se usados ​​da maneira certa, podem ser utilizados para o sucesso acadêmico.

16 – Salas de aulas silenciosas

Embora isso garanta que todos os alunos permaneçam focados, pode ser enfadonho se um aluno não tiver nada para fazer. Se um aluno for pego falando sobre outras coisas, ele pode ficar isolado da classe inteira pelo resto do ano letivo.

17 – Banindo o salgadinho Cheetos

Nos últimos anos, tem havido alguma especulação sobre o valor nutricional do salgadinho Cheetos. Várias escolas na Califórnia, Novo México e Illinois baniram totalmente esse tipo de lanche.

Se um aluno for pego com um salgadinho desse tipo, ele será imediatamente confiscado e o aluno poderá ser enviado para detenção. 

punições-nas-escolas

18 – Os “dados” são proibidos

Por mais ridículo que possa parecer, as crianças estão realmente se metendo em problemas por não chamar um conjunto de dados de “cubos de números”. 

Algumas escolas decidiram banir o termo “dados” porque o consideram uma palavra associada ao jogo.

19 – Sorrir como punição

Os alunos, especialmente, não deveriam ter que fingir um sorriso apenas para agradar aos outros. 

Ainda assim, o Distrito Escolar do Norte do Líbano acredita que todo aluno deve ter um sorriso no rosto enquanto caminha pelos corredores.

 20 – Correr por 10 minutos

Para muitos alunos, uma memória não tão boa era tentar correr 10 minutos na aula de ginástica.

Todo mundo é único e tem habilidades atléticas diferentes. Por essa razão, avaliar um aluno em um determinado quilômetro parece ultrajante. 

Mesmo assim, muitas escolas ainda esperam que todos os seus alunos corram 10 minutos para receber uma boa nota nas aulas de ginástica.

punições-nas-escolas

 21 – Uso de uniforme obrigatório

Os uniformes não são mais apenas uma regra de escola particular. Mais e mais escolas públicas em todo o país estão começando a implementar um uniforme escolar. 

Entre outras regras, eles esperam que a aplicação de uniformes escolares ajude a reduzir a pressão dos colegas relacionada ao vestuário e a criar uniformidade.

No entanto, os críticos argumentam que os uniformes escolares tiram a individualidade e a liberdade de expressão dos alunos. 

22 – Jogo de queimada

Queimada é um esporte de equipe onde o objetivo do jogo é evitar ser atingido pela bola ao tentar acertar outros oponentes. Para vencer, cada equipe deve eliminar todos os jogadores da outra equipe.

As escolas públicas de New Hampshire proibiram o jogo por ser considerado um esporte que pode causar violência indesejada e intimidação.

23 – Raspar pêlos faciais na frente da turma

Para muitas pessoas, a puberdade já é uma fase estranha o suficiente em suas vidas. Para piorar as coisas, os alunos do sexo masculino costumam ser chamados por terem pelos no rosto. 

Algumas escolas fazem com que os alunos com pêlos faciais os raspem na frente da classe.

punições-nas-escolas

24 – Retenção de 1 ano

A maioria das escolas espera que cada aluno seja bem-sucedido academicamente. Se um aluno não cumprir os padrões da escola, o professor tem o direito de retê-los por um ano.

25 – Escrevendo o nome várias vezes

Você nunca mais vai olhar para o seu nome da mesma forma depois de horas escrevendo-o sem parar. É bastante comum que os professores façam os alunos escreverem seus nomes várias vezes.

Na verdade, escolas em todo o mundo usam a escrita como disciplina. Essa punição pode ter um efeito negativo nos alunos. Pode até prejudicar completamente a maneira como eles veem a escrita.

Você gostou de saber mais sobre as punições que já foram aplicadas em escolas? Então não perca mais tempo e compartilhe esse conteúdo com os seus amigos e familiares.

publicidade