Quais são os negócios que mais crescem após a quarentena?

Quais são os negócios que mais crescem após a quarentena?

Confira as empresas que mais crescem mesmo em período de quarentena!

publicidade

Por consequência do novo coronavírus (Covid-19), grande parte da população foram obrigadas a ficarem em casa por causa das medidas de prevenção.

As autoridades de saúde de todo o mundo decretaram quarentena, assim deixando muitas pessoas em casa em isolamento social.

Por causa disso, muitas empresas tiveram que fechar, assim perdendo seus faturamentos por não terem clientes “físicos” em seus estabelecimentos.

publicidade

Entretanto, mesmo com a queda de vendas e algumas empresas, outras tiveram e ainda estão tendo altos rendimentos, mesmo com a quarentena.

Confira agora quais são os setores comerciais, serviços e produtos que estão em alta nesse cenário de pandemia

1 – Serviços de Streaming (Netflix e Amazon Prime Vìdeo)

Segundo alguns dados de portais especializados, a plataforma Netflix está sendo responsável por consumir 15% de todo o tráfego de internet em todo o mundo.

Enquanto a plataforma Amazon Prime Vídeos está sendo responsável por consumir 3,7% do tráfego de internet mundialmente.

publicidade

De acordo com as informações divulgadas pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), a televisão por assinatura perdeu 1,7 bilhões de assinantes em 2020, assim voltando ao patamar de 2012.

negócios-quarentena

Por outro lado, nessa quarentena, a Netflix conseguiu atingir o nível de 31,4 milhões de usuários em toda América Latina, ao mesmo tempo a plataforma Amazon Prime Video atingiu mais de 150 milhões de assinantes.

Essas empresas de oferecem filmes, músicas entre outros produtos de entretenimento se beneficiaram muito com essa quarentena devido as pessoas estarem muito em casa.

Na medida que as pessoas continuarem em isolamento social, em suas casas, a tendência é que esses negócios cresçam, pois são produtos para lazer.

publicidade

Veja outras empresas que também cresceram nessa quarentena

  • HBO Go;
  • Crackle;
  • Looke;
  • Mubi;
  • NetMovies;
  • Google Play Store;
  • iTunes Store;
  • Microsoft Store;
  •  NET Now Online;
  • Vivo Play;
  • Claro Vídeo;
  • Cine Sky HD.

2 – Ferramentas de Videoconferência

Essas ferramentas de videoconferências vêm crescendo muito para que empresas e os funcionários em suas casas possam trabalhar remotamente através da internet.

negócios-quarentena

As ações dessas empresas de tecnologias que oferecem esses tipos de serviços também estão crescendo muito. 

Esse avanço pode ser justificado pelo crescimento no número de pessoas trabalhando em casa de forma remota.

Veja alguns exemplos de empresas de Videoconferência

  • Google Hangouts;
  • Discord;
  • Skype;
  • Cisco WebEx;
  • Houseparty.

3 – Serviços de Jogos de Videogames online

De acordo com os dados da 19º Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia, o setor de games aqui no Brasil cresceu cerca de 5,3% nessa quarentena.

O Brasil é o líder de consumo em comparação a outros países da América Latina e o 13º no ranking mundial.

Com essa situação de pandemia e as pessoas com mais tempo em casa, o mercado de jogos pela internet ainda está crescendo devido os serviços de streaming especializados em jogos. 

negócios-quarentena

Veja alguns exemplos de serviços de jogos online

  • Sony PlayStation Now;
  • Nvidia GeForce Now;
  • Google Stadia;
  • Microsoft XCloud;
  • EA Project Atlas;
  • Playstation Now;
  • Steam.

4 – Serviços de entrega de comida

Esses serviços em aplicativos de entrega também apresentaram um grande aumento de usuários e vendas devido o isolamento social.

Levando em conta o fato de que alguns restaurantes, lanchonetes e mercados fecharam com a crise do coronavírus, as empresas tinham que encontrar algo para manter o negócio ativo.

Por isso o aumento desses serviços online, e ainda continuam crescendo, apresentando boas perspectivas de sucesso no Brasil.

Veja alguns exemplos de aplicativos de entrega de comida

  • Hellofood;
  • iFood;
  • PedidosJá;
  • RestauranteWeb Delivery;
  • Disk Cook;
  • OnePizza;
  • Habib’s Delivery;
  • Bob’s Delivery;
  • Pizza Hut;
  • China In Box;
  • Uber Eats;
  • Rappi.

negócios-quarentena

5 – Pagamento pela internet

É uma tendência para o futuro os hábitos ligados à dinheiro virtual e transações quando o assunto é pagamento a distância. 

E toda essa situação que estamos passando nesse anos de 2020, só fez dar um empurrãozinho para um futuro próximo.

No isolamento social, os consumidores desses serviços tentam evitar ao máximo qualquer tipo de contato físico que possa apresentar riscos tanto para o comprador e vendedor, assim evitando o contágio do vírus.

O interessante é que muitos países asiáticos já têm esse costume de pagamento em comércios feitas pela internet, tudo isso com apenas um smartphone com o aplicativo do banco.

Essa tecnologia que não exige a digitação da senha ou contato do entregador com o cartão está crescendo muito devido a quarentena.

Embora pareça algo diferente, foi importante para as empresas de alimentos e pequenos negócios se adaptarem a esse novo jeito de receber pelo seu produto. 

negócios-quarentena

Além disso, é muito fácil e rápido, podendo então ajudar no combate ao coronavírus evitando está usando dinheiro vivo e cartão de crédito para efetuar seus pagamentos.

Veja alguns aplicativos para efetuar pagamentos pela internet

  • Internet banking;
  • Carteira digital do celular (Google, Apple ou Samsung Pay);
  • PagSeguro (PagBank);
  • Carteira digital de bancos (iti e Superdigital);
  • PicPay;
  • PayPal;
  • Jeitto;
  • Mercado Pago;
  • Money Lover;
  • RecargaPay.

6 – Serviços que utilizando Drones

Este é um negócio que pode até parecer coisa de um futuro distante, porém, está ajudando muito na questão de flexibilidade e rapidez em entrega não tão longes.

negócios-quarentena

Veja algumas funções realizadas pelos Drones nessa quarentena

  • Acompanhar a saúde da plantação;
  • Monitorar segurança nas ruas;
  • Mapeamento;
  • Detectar aglomerações;
  • Estimar a produtividade da safra;
  • Detectar incêndios;
  • Monitorar irrigação;
  • Aplicação de pesticidas;
  • Entrega de produtos e remédios para lugares de difícil acesso.

Os drones ajudam muitos produtores de alimentos agropecuários que não podem parar de produzir alimentos, assim podendo abastecer o comércio atacadistas. 

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments