São Paulo bate marca de 70% de população vacinada contra Covid

Dose de esperança

São Paulo bate marca de 70% de população vacinada contra Covid
São Paulo bate marca de 70% de população vacinada contra Covid

O secretário de saúde da cidade de São Paulo anunciou que a cidade chegou a incrível marca de 70% da população totalmente imunizada com a vacina que previne o contágio com o vírus da COVID-19.

Estado que tem a maior quantidade de casos e óbitos. Números chegam a impressionante marca de 4,4 milhões de infectados e 160 mil óbitos em um cenário de 40 milhões de habitantes.

Números de vacinados equivalem a cerca de 32,8 milhões de habitantes. Se considerarmos apenas a população maior de 18 anos, o percentual de imunizados chega a 90,18% em todo o estado. 

Te interessa?

A cidade foi a primeira a conquistar a marca de 70% da população vacinada com a primeira dose, e agora alcança também com a segunda dose. O estado é seguido pelo Mato Grosso do Sul, com 65,29% dos habitantes imunizados. 

O fim de um tormento 

Com o avanço da vacinação começamos a vislumbrar o fim de uma tempestade. A perda de entes queridos, o distanciamento social e o uso de equipamentos de proteção virou rotina na vida do brasileiro. 

Imagem: ROMEO CAMPOS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

É difícil conhecer uma família que não perdeu alguém em meio a pandemia. É muito fácil se prender aos números da pandemia e se esquecer que por trás daqueles dados existem pais, mães e filhos que deixaram suas famílias, deixando um vazio irrecuperável.

Não foram apenas as mortes que afetaram os brasileiros, mas as consequências deixadas pela pandemia. Sequelas em pessoas que venceram a doença e impactos econômicos. 

Inúmeras famílias passaram por necessidades durante esse período. E agora temos a alta absurda de bens de consumo como consequência do fechamento da economia para evitar a propagação do vírus. 

Mas em meio a todos esses problemas que ficaram, ter chegado a essa quantidade de pessoas vacinadas renova a esperança de todos e traz expectativa de dias melhores.

Na tormenta nascem os heróis

Foi em meio a esse caos deixado pela pandemia que podemos conhecer a história de Hugo. Que desenvolveu um projeto social para prestar socorro a famílias que vinham passando por necessidades. 

Vendo todo o problema que a covid estava trazendo para a minha própria vida, pensei: se eu que tenho muito estou sofrendo, imagine como estão os que não têm nada ou que têm muito pouco“, diz ele para Ecoa.

Outra ação foi a desenvolvida pelo Projeto Mães da Favela, filiado a CUFA (Central Única das Favelas), responsável pela criação de um “vale-mãe” no valor de 120 reais visando complementar a renda de mulheres com filhos que vivem em comunidades carentes durante a pandemia do Coronavírus. Foram beneficiadas até agora mais de 30 mil famílias. 

Ações como essas e outras foram iniciativas brilhantes para amenizar a dor da população que sofreu e sofre até hoje por causa do vírus. 

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar