Síndrome do Overtraining: quando exercícios físicos te afetam de forma negativa

Tenha mais desempenho também no descanso!

Síndrome do Overtraining: quando exercícios físicos te afetam de forma negativa

Tanto os corredores amadores quanto os maratonistas entendem o quanto leva tempo para o corpo alcançar o limite na corrida

Quando você está se sentindo mais forte e disposto, conhecer o desejo de correr mais alguns quilômetros podem concretizar a diferença.

Realizar uma pequena ou longa corrida depois de uma corrida de campeonato tem seus riscos e benefícios.

Te interessa?

Além disso, deve ser considerado o como evitar o desgaste e lesões graves devido à recuperação insuficiente e abastecimento de energia após uma corrida ou treino de preparação.

Síndrome do Overtraining
Síndrome do Overtraining: quando exercícios físicos te afetam de forma negativa. (Imagens: Unsplash)

Se você é uma atleta profissional ou está começando agora, provavelmente você já ouviu falar na expressão “overtraining”.

A verdade é que muitos atletas de corredores amadores ignoram esse sinal de exagero e desgaste do corpo até que seus corpos e músculos desligam em sobrecarga de treino.

A Síndrome do Overtraining é diferente do cansaço comum?

Embora muitas pessoas tenham dificuldades em encontrar uma boa situação de treino para o melhor preparo de condições físicas, muitos profissionais apontam o quê muitas academias dizem que as pessoas podem treinar mais um pouco. 

A verdade é que esse treinar mais um pouco pode ser um tiro no pé para quem está se preparando para uma grande maratona ou prova de resistência física.

A palavra “overtraining” é muito utilizada para significar “cansado”, quando, na realidade, a Síndrome do Overtraining é uma condição médica séria que dura meses.

Os profissionais que estão em fase de desenvolvimento físico entendem quais são as diferenças desses tipos de síndrome e o cansaço comum do corpo Depois de um treino pesado.

O que causa a Síndrome do Overtraining?

A verdade que esse tipo de síndrome é uma grande resposta às atividades físicas em excesso sem descanso adequado –  muitos atletas acabam conhecendo esse tipo de síndrome da forma mais dolorosa possível.

O que muitos profissionais e até amadoras não entendem é que é nesse tipo de comportamento que surgem as com ação e de informações em relação à carga de treino.

Síndrome do Overtraining

Você tem descansada o suficiente para ter uma boa recuperação dos seus músculos após um treino pesado? Ainda existem muitas pessoas que acreditam que o acesso é fundamental para um bom desenvolvimento de habilidades.

  • O que é para você exatamente um treino excessivo?
  • O que é para você realmente uma recuperação adequada para os músculos?

É muito seguro dizer que uma pessoa não está arriscando ter esse tipo de síndrome apenas treinando dois dias seguidos.

O fato é que a frequência de atividade física pesada ou não deve ser adequada para determinados tipos de pessoas que estão e preparo físico para ter uma saúde saudável ou deseja enfrentar um campeonato.

O descanso faz parte dos seus exercícios físicos?

Você é daqueles tipos de atleta que se esforçam demais para ver mais ganhas e resultados? Você é daquelas pessoas que treinam pesado na academia e quando chego em casa ainda querem terminar mais um pouco?

Já ouviu falar que o descanso é fundamental para o desenvolvimento do músculo? Ou te falaram isso, mas você ignorou?

Síndrome do Overtraining

É fundamental você não entender que o descanso deve ser regrado também nos seus treinos. Não adianta você sobrecarregar seus músculos, treinar como se não houvesse amanhã e danificar seu corpo com lesões ou fraturas mais graves.

O que poucas pessoas sabem é que o descanso após um treino é fundamental para o processo de desenvolvimento das habilidades competitivas mentais e físicas.

Síndrome do Overtraining ou cansaço?

A verdade que existe certas formas e limites bastantes amplos para motivar mais o seu corpo de formatar tica e vantajosa para ter mais resultados e desenvolvimento

O que você não deve fazer é negligenciar o descanso necessário para recuperação dos danos musculares e descanso físico e mental.

Sendo assim, o seu corpo não é uma máquina, o seu corpo precisa também de descanso. O fato de que você pode ir mais além e mais um pouco não garante que descansou mal utilizado posso ajudar você no futuro.

O que difere a síndrome do overtraining é o descanso necessário é o termo mais geral para se fazer mais exercícios do que o corpo pode lidar.

É muito comum em vários esportes e atividades físicas a prática do excesso funcional para gerar mais desempenho e resultados em indeterminados exercícios.

O que você precisa entender e que profissionais que efetuam isso sabe que estão fazendo e estão sendo monitorados por outros profissionais da saúde muscular.

Como identificar a Síndrome do Overtraining?

Sobre saber identificar a Síndrome do Overtraining é fundamental para a sua saúde e para você saber se está treinando demais e sobrecarregando o seu corpo com muitos exercícios.

A verdade é que filma determinada pessoa tem treinado demais e notado uma redução no desempenho, ela pode estar em risco  de desenvolver esse tipo de síndrome.

Síndrome do Overtraining

Confira a seguir alguns sintomas que ajudaram você a identificar se você ou alguma pessoa que está treinando demais está com a Síndrome do Overtraining, são eles:

  • Mudanças de humor;
  • Sintomas de depressão, raiva ou confusão;
  • Sono de má qualidade durante a noite;
  • Falta de energia e motivação para treinar;
  • Sistema imunológico enfraquecido;
  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Perda de peso e de apetite
  • Prisão de ventre e diarreia;
  • Fadiga geral prolongada.

O seu corpo mostrará para você sinais de que você não está bem em treinar demais. A Síndrome do Overtraining pode ser bastante prejudicial para um atleta profissional a curto e longo prazo.

Além disso, o seu corpo precisa de descanso para que o ciclo de desenvolvimento de hábitos seja concluído. Além dos sintomas listados anteriormente, você também pode sentir:

Síndrome do Overtraining

  • Dores musculares incomuns após um treino;
  • Incapacidade de treinar;
  • Competir em um nível anteriormente gerenciável;
  • Músculos “pesados”, mesmo em intensidades de atividades;
  • Demorar na recuperação do treino;
  • Platôs ou declínios de desempenho.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Se uma determinada pessoa acha que pode estar sofrendo da Síndrome do Overtraining, ela deve procurar um profissional de medicina esportiva para tratar melhor o processo de descanso dos músculos.

Você gostou de saber mais sobre a Síndrome do Overtraining e como esse tipo de problema pode danificar o seu processo de desenvolvimento de hábitos e exercícios físicos?

Então não perca mais tempo e compartilhe com seus amigos e familiares essas informações e comece hoje mesmo a respeitar melhor o seu descanso pós-treino. 

Veja mais ›
Fechar