TikTok vs Instagram: o que podemos esperar dessa batalha?
TikTok vs Instagram: o que podemos esperar dessa batalha?

TIKTOK vs INSTAGRAM: o que podemos esperar dessa batalha?

Fique por dentro!

publicidade

Não é de hoje que o Tio Zuckerberg possui pulso firme com todos os concorrentes que aparecem no mercado. Exemplos disso são o WhatsApp e o Instagram que foram comprados pelo Facebook devido a enorme presença de mercado que possuíam.

O Snapchat é outra empresa que sentiu isso na pele. Ao recusar a proposta de U$ 3 bilhões que o Facebook fez, acabou vendo a empresa utilizar os recursos de Stories em todas as suas plataformas como forma de diminuir a relevância do Snap para os seus consumidores.

A bola da vez agora é o TikTok, que em apenas 4 anos de existência já coleciona mais de 2 bilhões de Downloads ao redor do mundo. E se você entende de padrões, certamente já percebeu que o Instagram não vai aceitar essa ascensão numa boa, não é mesmo?

publicidade

Que tal dar uma olhadinha no que pode acontecer nesse embate entre duas das mais relevantes redes sociais do momento? Continue lendo para descobrir!

O TikTok é uma ameaça real ao Instagram?

Do mesmo modo que a existência de redes sociais como o Pinterest, Snapchat, Twitter e tantas outras não afetaram o Instagram de maneira significativa, é muito improvável que o TikTok seja uma ameaça real ao Instagram no curto prazo.

tiktok

Afinal:

publicidade
  • O Instagram é uma rede social mais conhecida;
  • O número de usuários do Instagram é superior aos do Tiktok;
  • O Tiktok ainda não possui uma estrutura tão boa quanto a do Instagram.

Isso acaba fazendo com que haja uma boa margem de segurança entre as duas redes sociais, muito embora ela possa ser completamente eliminada nos próximos anos.

Conforme uma rede social cresce é natural que ela traga mais anunciantes e tenha cada vez mais dinheiro para investir em funcionalidades, otimizações e na melhoria da experiência do usuário.

Diversas plataformas seguiram este mesmo modelo para crescer, como por exemplo:

  • Facebook;
  • Instagram;
  • Twitter;
  • Pinterest;
  • Snapchat;
  • Entre outros.

Ou seja, por mais que o Tiktok não seja uma ameaça real em um curto prazo, ele pode se tornar um grande problema para toda a rede do Facebook em alguns anos, fazendo com que ele perca o domínio do mercado e consequentemente veja o seu valor despencar.

Ao fazer essa simples análise nós podemos perceber que as preocupações do Instagram com o Tiktok são muito bem fundamentadas.

publicidade

O Instagram tomou as primeiras medidas para entrar de cabeça nessa batalha contra o Tiktok

tiktok e instagram

Se analisarmos o modus operandi do Instagram ao longo do tempo, vamos perceber que ele sempre buscou adicionar funcionalidades de outras plataformas para se tornar mais valioso.

O objetivo desse tipo de medida é melhorar a experiência do usuário de tal forma que ele não precise mais sair da rede social.

Afinal, porque motivo seria interessante fazer stories no Snapchat quando a mesma funcionalidade está disponível no Instagram?

Claro, a rede social adversária ainda continua viva, mas o Instagram acabou dominando uma parcela melhor do mercado graças a adição desse novo elemento.

O mesmo acontece nessa batalha entre Instagram vs Tiktok. A rede do tio Zuck começou a introduzir na plataforma os chamados Reels, com o objetivo de combater a rede social chinesa.

Os conteúdos feitos através dessa ferramenta irão aparecer fora dos Stories, ajudando assim a fomentar o surgimento de novos produtores de conteúdo.

Com o Reels será possível criar vídeos com:

  • Áudios;
  • Velocidade alterada;
  • Efeitos;
  • Temporizador.

No Explorar do Instagram os Reels terão um espaço de destaque, o que dará aos criadores de conteúdo a possibilidade de aparecer ainda mais. Já nos perfis, haverá uma nova aba para abrigar esse novo tipo de conteúdo.

Dito tudo isto, a tendência é de que o Instagram copie na cara dura as funcionalidades que estiverem fazendo sucesso tanto no Tiktok quanto em qualquer outra rede social como uma tentativa de diminuir o crescimento das mesmas.

TikTok, EUA e China: Uma batalha muito maior do que podemos imaginar

Outro problema enfrentado pelo Tiktok é a grande briga entre EUA e China que ficou ainda mais relevante após o Covid-19.

O Presidente Americano Donald Trump anunciou recentemente que quer bloquear o Tiktok nos EUA, alegando que o app desvia dados de americanos para Pequim.

Além disso, Trump também impediu empresas americanas de fazer negócios com a gigante chinesa.

Embora nós reles mortais não saibamos dos detalhes mais aprofundados, não há como negar que essa ação pode ser considerada apenas uma continuação da guerra comercial que está sendo travada por ambos os países a alguns anos.

O Tiktok também entrou com uma ação na justiça americana, fazendo diversas alegações e tentando se reconectar ao mercado americano.

Tudo isso porque as consequências desse acontecimento podem ser enormes. Veja só:

O Instagram pode dominar o Tiktok completamente em seu território

Como falamos anteriormente, o Instagram lançou a funcionalidade Reels para conseguir competir com o Tiktok de igual para igual.

Com o avanço dessa guerra comercial existe uma grande possibilidade de que o Tiktok realmente seja banido do país, o que terá impactos significativos para ambos os lados:

  • Criadores de conteúdo vão abandonar o Tiktok por medo de perder a audiência;
  • O Instagram irá conquistar novos produtores de conteúdo e crescerá ainda mais;
  • O Tiktok perderá uma parcela gigantesca do mercado consumidor.

A proibição dos negócios com os Chineses também pode impedi-los de anunciar a rede social em plataformas como Google e Facebook, diminuindo significativamente o crescimento da mesma.

Outros países do mundo devem seguir o exemplo dos EUA

Os EUA são uma grande referência para todo planeta, de modo que cada uma das suas ações serve como um modelo de conduta em diversos cenários.

Se o Tiktok foi proibido na terra do Tio Sam, pode ter certeza de que a história não vai parar por aí. Vários outros países devem seguir a mesma postura e os negócios da rede social chinesa sofreram um belo baque.

De fato, a batalha entre as redes sociais segue muito tensa e várias coisas devem acontecer nos próximos meses. É melhor a gente ficar de olho e observar de camarote o resultado dessa grande briga, pois certamente estamos muito longe de um final!