Transmissão ao vivo é interrompida por ataque fofo de gatinha

Um terrível ataque de fofura!

Transmissão ao vivo é interrompida por ataque fofo de gatinha
Transmissão ao vivo é interrompida por ataque fofo de gatinha
publicidade

Em Palmas, uma jornalista da TV Anhanguera teve sua reportagem sobre “Cuidados com os carros durante as viagens” interrompida por um inesperado ataque de fofura vindo de uma gatinha filhote. 

Os bastidores das reportagens são sempre surpreendentes. Ninguém imagina o quanto um repórter se esforçou para preparar um conteúdo ou o quão distante foi a viagem e os riscos que ele se submeteu.

Mas uma coisa é certa: aconteça o que acontecer ele nunca perde a pose. Mesmo em meio a guerra o jornalista está ali, frio e calculista dando a notícia como se nada estivesse acontecendo ao redor.

publicidade

Te interessa?

Uma jornalista da TV Anhanguera, uma afiliada da Rede Globo no Tocantins, estava em uma entrevista ao vivo falando sobre o cuidado que devemos ter com os nossos veículos durante as viagens de fim de ano.

Tudo corria bem, até que em meio a entrevista, ela foi surpreendida por um inesperado ataque de fofura de uma gatinha. O animalzinho, enquanto a repórter falava, escalava suas calças convidando a jornalista para brincar.

A Aurora, jornalista que fazia a transmissão, não aguentou guardar apenas para si a cena e pediu para o câmera filmar a gatinha em meio a sua escalada. A cena fofíssima arrancou risos do âncora do jornal.

Gatinha escala perna de repórter. Imagem: G1
publicidade

A gatinha era a mascote do estabelecimento. O dono do local relatou que outras pessoas quiseram adotá-la, mas ela permaneceu ali como companheira de trabalho de seus funcionários.

Ele conta que a presença dela tornou o ambiente mais leve e deixou os mecânicos mais felizes. Veja o vídeo na matéria clicando aqui!

O ataque de fofura

A equipe conta que ao chegar ao local a filhote já chamava atenção. Ela queria de todo jeito brincar com os fios usados para transmitir os dados da reportagem.

publicidade

Um dos membros da equipe até jogou um brinquedinho para ela, mas não foi o suficiente para controlar a vontade de brincar da gatinha.

O cinegrafista até jogou umas bolinhas para que ela brincasse em outro lugar, ela até estava distraída antes da entrada ao vivo. Mas durante a entrevista, como o cabo do microfone ficou balançando, ela se enrolou no cabo, começou a brincar e morder a minha calça. Foi até difícil manter a concentração. Eu não podia dar atenção embora tivesse com muita vontade de brincar com ela“, relatou Aurora.

A jornalista contou que resistiu até o último instante sem dar atenção ao bichinho para não perder o foco da entrevista, mas se derreteu toda quando ela começou a escalar sua perna.

Ela aproveitou a oportunidade para compartilhar com os telespectadores uma das coisas surpreendentes que acontecem nos bastidores das reportagens.

publicidade

A repórter ficou tão apaixonada por ela que até cogitou a possibilidade de adotá-la, mas percebeu que o bichano já estava em casa, aquele era o seu lar onde tinha dezenas de donos para lhe dar carinho e atenção.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Eu até pensei em adotar, mas ela já tem um lar, a oficina, onde é muito bem tratada e amada. Ela está super feliz lá“, finalizou a jornalista.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar