Tribunal aprova dois cachorros maltratados processem antigos donos

Esperamos que este caso speed muitos outros!

Tribunal aprova dois cachorros maltratados processem antigos donos
Tribunal aprova dois cachorros maltratados processem antigos donos

O Tribunal de Justiça do Paraná chegou a tomar uma decisão inédita a cerca de 2 cães que foram maltratados por seus donos no ano passado e que passaram 29 dias trancados e sozinhos antes de serem recolhidos por uma ONG.

A Organização Não-Governamental (ONG) Sou Amigo, de Cascavel, no oeste do Paraná, chegou a fazer o resgate de dois cachorros que se chamam Rambo e Spike.

Os donos dos cachorros decidiram fazer uma viagem e simplesmente chegaram a abandonar os dois animais sozinhos e os deixaram sinto tela durante 29 dias.

Te interessa?

Foi quando então a advogada da ONG, Evelyne Paludo, resolveu processar os donos dos animais de uma forma completamente diferente e que acabou trazendo uma grande mudança na justiça.

Tribunal aprova dois cachorros maltratados processem antigos donos
Tribunal aprova dois cachorros maltratados processem antigos donos

Para ela, quem estaria processando os seus instrutores eram os próprios animais que foram abandonados. Sendo assim, Rambo e Spike estariam integrando o processo.

“O direito violado foi dos animais, não foi da protetora que fez o resgate, nem da ONG que está com a guarda deles, e como no nosso direito só o titular do direito pode pleitear a indenização dele judicialmente, então o titular do direito são os animais”, contou Evelyne.

Uma mudança que pode fazer história

A Justiça de Cascavel chegou a dizer ainda que os cachorros não tinham a capacidade digitar em integrando o caso por serem animais. Mas a decisão final acabou não sendo esta.

O Tribunal de Justiça do Paraná chegou a tomar uma decisão diferente desta e os desembargadores da 7ª Vara Cível do TJ foram unânimes ao reconhecer que é o direito de cães, gatos e outros animais de serem autores de um processo.

Tribunal aprova dois cachorros maltratados processem antigos donos

Em outras palavras, esses animais podem sim estarem presentes na integração de um processo contra tutores que tenham lhe tratado de forma inadequada aos direitos dos cuidados que merecem.

Agora a gente tem a possibilidade de que os agressores sejam punidos também pelo sofrimento causado no animal”, disse a advogada feliz pela decisão final.

Denuncie!

Infelizmente os casos de maus tratos contra animais ainda tem um índice alarmante e assim como em diversos países, a denúncia não é algo tão comum assim.

Esses bichinhos dependem de nós para terem segurança e muitas outras coisas básicas para sobreviver. Sendo assim, cabe a nós entregarmos voz para eles também.

Os animais embora irracionais, são mais genuínos que muitos humanos e por vezes são mantidos entre situações. Eles não merecem isso, merecem todo o nosso amor e cuidado.

Fonte: G1

Veja mais ›
Fechar