VÍDEO: Trabalhando em equipe e de forma heróica, banhistas salvam homem que se afogava

A união SEMPRE faz a força!

Trabalhando em equipe e de forma heróica, banhistas salvam homem que se afogava
Trabalhando em equipe e de forma heróica, banhistas salvam homem que se afogava

Na semana passada, um incidente ocorreu em uma praia de Durdle Door, no Reino Unido. Um homem estava se afogando, no entanto banhistas que estavam no local formaram uma corrente humana para salvá-lo.

O caso aconteceu na última semana, grandes ondas estavam quebrando na praia e deixavam o mar perigoso, como descreveram as testemunhas.

Elas afirmaram que havia um homem nadando no mar, no entanto a ressaca o estava puxando cada vez mais longe da costa. O homem começou a fazer gestos e as pessoas inicialmente não sabiam ao certo se ele acenava ou pedia por ajuda.

Quando ficou claro que ele estava com problemas, os banhistas foram rápidos ao formarem uma corrente humana para fazer o seu resgate.

Uma das pessoas que estava passando férias no local com a família era Jennie Bell, e segundo ela, a força das ondas estava preocupando-a desde o momento em que chegou.

Ela conta que antes do caso outro homem havia sido puxado pelas ondas para longe, no entanto havia conseguido retornar.

Então, algum tempo depois, localizei outra pessoa na água e, depois de um tempo, ficou claro para mim e para os outros banhistas que ele não poderia voltar para a praia”, contou.

Foto: The Guardian

Jennie conta que todos ficaram de pé para verem o que estava acontecendo. Havia um grupo de pessoas na costa falando para o nadador tentar nadar através de ondas apontadas por eles, isso o deixou mais perto da costa, mas não o suficiente para estar em segurança.

Então, muitas pessoas deram as mãos para formar uma corrente que levava diretamente para a água”, conta.

Outra pessoa que estava na praia era Emily Foote, ela conta que o mar estava tão forte que literalmente ‘batia’ nas pessoas da corrente.

Eles colocaram uma prancha de bodyboard e o que parecia ser um auxílio à flutuabilidade, mas ambos foram jogados para trás. Um cara correu direto para o mar, mas não foi capaz de chegar perto do homem porque era muito forte (as ondas)”, conta.

Segundo ela, depois de uma eternidade, esse homem conseguiu se aproximar do que se afogava e a partir disso as pessoas conseguiram puxá-los.

A Guarda Costeira de Lulworth informou que a vítima e uma das pessoas que a resgataram tiveram problemas na água, no entanto puderam ser salvas. Eles também afirmaram que embora tenha tido problemas, o nadador não teve ferimentos.

Com as ondas grandes e as marés vivas recentes, desencorajamos fortemente a natação no mar e o surf, especialmente em praias expostas, como Durdle Door. A ressaca é muito poderosa e não terá problemas em tirá-lo do chão”, alertaram.

Embora a atitude dos banhistas tenha sido heroica, a Guarda Costeira não recomenda esse tipo de ação, pois coloca inúmeras pessoas em risco e pode causar uma grande tragédia.

O mar é poderoso e devemos respeitá-lo, a recomendação é de não tomar banho de praia quando as ondas estiverem perigosas assim. Olhando de longe pode até parecer inofensivo, mas a força da água é devastadora.

Em caso de problemas a primeira recomendação é chamar os profissionais da Guarda Costeira.

Fonte: The Guardian

publicidade