Cultura

Esta vila holandesa sem ruas parece ter saído de um conto de fadas

publicidade

Quem nunca se pegou admirando os cenários de um conto de fadas?

E qual é a sensação provocada pelas aldeias ou vilas dessas amadas histórias?

Lugares com ar de comunidade, pequenos em comprimento, mas grandes por causa das pessoas, beleza e natureza?

publicidade

Assim é o caso da pequena vila Giethoorn na Holanda, fundada por um grupo de fugitivos do Mediterrâneo por volta de 1230. O nome significa “horn of goats” (chifres de cabra) porque os primeiros habitantes encontraram uma centena de chifres de cabras após uma grande inundação.

A vila se tornou mais conhecida em 1958 com o lançamento do filme Fanfare do diretor holandês Bert Haanstra, que foi filmado em Giethoorn.

Crédito: insureandgo.com

Lá, o ar de conto de fadas existe como algo natural. A vila não tem transportes como ônibus barulhentos, pois só pode ser atravessada pelos canais.

publicidade

Nada de trânsito com pessoas estressadas. Os cerca de 2.500 habitantes usam barcos silenciosos com motor elétrico para se locomover. Aliás, paz é a palavra embutida à vila Giethoorn.

Crédito: brainparking.com

E as pontes tão comuns dos contos de fadas? Lá você encontra 176 delas. Mas com um visual tão encantador, que qualquer lugar que você parar na vila é digno de uma cena de um filme.

Crédito: Dino Cutic

Também conhecida como a “Veneza holandesa” por causa dos canais, Giethoorn recebe muitos turistas atraídos justamente pela possibilidade de desfrutar de uma bela paisagem tranquila por meio de barcos.

publicidade

Crédito: owegoo.com

Como consta no site da vila, o som mais alto que você irá ouvir é o grasnar de um pato ou o barulho feito por outras aves.

Crédito: worldfortravel.com

Giethoorn fica no centro do sistema de canais da província de Overijssel, no leste da Holanda, uma área verde. O que faz com que o carteiro, por exemplo, só alcance as casas por bote.

Crédito: worldfortravel.com

São 90 km de trilhas de canoa e muitos barcos com motor elétrico para alugar. Naturalmente, a primeira coisa que as pessoas pensam é em explorar os arredores, mas outra indicação do site da vila é alugar uma bicicleta e passear pela região.

Crédito: Magda Djm

Giethoorn possui três museus:

Um no qual o visitante tem a experiência de conhecer o interior de uma casa típica, outro onde poderá encontrar uma vasta coleção de pedras e minerais e o terceiro que expõe carros e motocicletas antigos.

Crédito: NLHank

No inverno, as pessoas aproveitam para patinar no gelo.

Crédito: desconhecido

Outra coisa sugerida pelo site de Giethoorn, é o aluguel de uma bola inflável. Já imaginou poder literalmente andar ou flutuar dentro de uma bola inflável pelas águas da vila?

Crédito: owegoo.com

Parece interessante. Em último aspecto,  apenas curtir a paisagem e os restaurantes locais vai valer à pena.

Fontes: boredpanda.com, giethoorntourism.comdailymail.co.uk.

Deu vontade de viajar? Compartilhe com os seus amigos!