12 motivos indispensáveis para assistir ao filme Aves de Rapina
12 motivos indispensáveis para assistir ao filme Aves de Rapina

12 motivos indispensáveis para assistir ao filme Aves de Rapina

publicidade Se você está procurando um motivo para assistir a esse filme, um motivo para ficar irritado com alguém que você acha que está incrivelmente errado sobre ele, ou se você amou o filme e quer ser lembrado dos motivos, é só continuar a leitura! O inimigo mais importante de Arlequina em seu longa-metragem é […]

publicidade

Se você está procurando um motivo para assistir a esse filme, um motivo para ficar irritado com alguém que você acha que está incrivelmente errado sobre ele, ou se você amou o filme e quer ser lembrado dos motivos, é só continuar a leitura!

O inimigo mais importante de Arlequina em seu longa-metragem é Máscara Negra (Ewan McGregor). Ele quer Harley porque ela é valiosa para ele, de certa forma, mas ela não é seu único alvo.

Ao longo da trama, Máscara Negra e seu braço direito, Victor Zsasz (Chris Messina), estão indo atrás de Harley, mas não só dela. Ainda há Cassandra Cain (Ella Jay Basco), Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell) e Detetive Renee Montoya (Rosie Perez), o que as obriga a se unirem contra ele.

publicidade
Foto: Warner Bros

1- Tem muito de loucura, mas também tem sensibilidade.

Não se engane: Harley Quinn é uma vilã, mas ela não é insensível. Muito desse filme é sobre sua tristeza em relação às pessoas sempre a deixando para trás. Margot Robbie dá a sua Arlequina uma pitada de sofrimento ao longo do filme, emprestando muita sinceridade e complexidade à garota má residente de Gotham.

2- As memoráveis cenas de ação.

A cinematografia lúdica de Matthew Libatique, como quando Harley dispara bombas de fumaça coloridas durante um ataque, faz tudo parecer muito divertido.

O filme é carregado de explosões, acrobacias que desafiam a morte e cenas de luta épicas, incluindo momentos que farão a Arlequina se tornar a sua personagens de quadrinhos favorita de todos os tempos.

3- As personagens mulheres são autênticas.

Cada relacionamento feminino funciona muito bem. Não é um forte da DC fazer com que personagens mulheres cultivem uma forte amizade, mas em “Aves de Rapina” isso acontece e é completamente verossímil: trata-se de um grupo de mulheres que se odeiam em grande parte do tempo e deixam de lado suas diferenças em nome da sobrevivência, dando lugar ao respeito umas pelas outras.

publicidade

Além do elenco, o filme é produzido, dirigido e roteirizado por mulheres. Talvez seja por isso que as mulheres nesse filme não são objetificadas.

4- A trilha sonora é completamente viciante.

Conta com músicas incríveis de artistas femininas e que foram feitas especialmente para o filme. Estão no álbum: Megan Thee Stallion e Normani, Halsey, Summer Walker e Maisie Peters, por exemplo! Disponível no Spotify e no Deezer.

5- Margot Robbie está perfeita no papel.

Margot Robbie nasceu para interpretar Arlequina. Sua entrega afiada e ritmo cômico são incomparáveis, as habilidades de luta estão bastante críveis, o guarda-roupa dela é impecável, todo inspirado em palhaços e com muita atitude. Você verá uma Arlequina diabolicamente encantadora.

6- É um filme que retrata a diversidade.

O elenco principal de “Aves de Rapina” tem várias etnias, e o mundo ao redor deles é também assim, espelhando muito bem o mundo real.

publicidade

E não só isso: os créditos iniciais mostram Arlequina como bissexual, bem como mencionam que outra das protagonistas tem uma mulher como ex. A ex-namorada de Renee Montoya desempenha um papel na trama e nenhuma atenção especial é dada a isso. Ela é simplesmente uma mulher que ama outra mulher.

7- Assuntos sérios? Sim, mas com diversão.

Apesar da linguagem e de alguns momentos violentos, o filme tem muitas cenas hilárias, em que as personagens zombam umas das outras. Nem tudo dá certo (é DCEU, não a Disney!) e você vai dar muitas risadas com isso.

É mais engraçado do que o esperado, tem cenas de luta cuidadosamente coreografadas e cores mais brilhantes do que você esperaria de um filme desse tipo.

8- Um delicioso contraponto para a Mulher Maravilha.

“Aves de Rapina” proporciona uma experiência diferente sobre o que é heroísmo, ainda mais vindo de uma mulher. O filme inverte a lógica tradicional dos títulos de mocinhos, nos quais um cara bom vai contra o vilão para salvar o dia.

9- Não existe dependência das tramas do Coringa.

“Aves de Rapina” é sobre Arlequina e seus novos amigos tentando proteger Cassandra Cain. Ela está vencendo sua obsessão pelo Coringa por meio de uma boa autoanálise e também por conta de como quer ser vista pela sociedade. Ela tem uma vida própria agora.

10- Não repete as falhas de “Esquadrão Suicida”.

“Esquadrão Suicida” é universalmente reconhecido como um dos piores filmes do DCEU já feitos, senão o pior, mas “Aves de Rapina” definitivamente não tem nada a ver com seu antecessor. Se esse era o motivo pelo qual você evitava assisti-lo, pense mais uma vez!

É basicamente uma história independente. A única coisa comum que compartilha com o Esquadrão Suicida é a personagem de Arlequina.

11- Uma imersão no submundo de Gotham.

Até o momento, o DC Extended Universe não explorou muito quando se trata das ruas de Gotham, o que é surpreendente quando você considera que a franquia completa sete anos em 2020. “Aves de Rapina” é o filme que esperávamos nesse sentido.

Canário Negro, Caçadora, Renee Montoya e Cassandra Cain: essas mulheres se unem para salvar a sempre caótica Gotham City de um senhor do crime conhecido como Máscara Negra.

12- Todos estavam preparados para um fracasso de crítica, mas ela adorou o filme.

O filme era o maior sonho de Margot e a levou, junto com todo o incrível elenco e equipe técnica, a entregar um filme único e vibrante que é um dos momentos mais divertidos que você terá em frente a uma tela.

Com 87% de aprovação no Rotten Tomatoes, a resposta positiva ao filme de está muito longe da reação desanimadora que os críticos tiveram com “Esquadrão Suicida” (27%) e “Liga da Justiça” (40%), dois filmes anteriores também da Warner Bros.

Este é o primeiro: um filme de super-herói de Hollywood escrito e dirigido por mulheres, apresentando um elenco feminino multirracial, sem companheiros masculinos ou interesses amorosos, e um tema sobre como aprender a viver sem um homem”, disse Nicholas Barber, da BBC, em sua crítica. “É inovador, já deveria ter sido filmado antes e inspirará uma geração de meninas”.

“O que pode uma supervilã fazer? Tudo o que um homem faz, aparentemente, exceto que em patins deslumbrantes ”, é como a repórter da Entertainment Weekly Leah Greenblatt iniciou sua crítica de “Aves de Rapina”.