in ,

Terapia com animais transforma a vida de menina que não conseguia falar

Quando os socorristas descobriram o burrinho Shocks, ele estava deitado no campo de uma fazenda na Irlanda com uma corda amarrada firmemente em seu pescoço.

Sua pele estava coberta de lesões e feridas por ficar tanto tempo amarrado, e seu antigo dono despejava água sanitária sobre seus machucados pensando que isso iria ajudá-lo.

Shocks mal sabia que aquele era o início de uma nova vida para ele e para dezenas de crianças que precisavam do seu amor.

Hoje, ele mora em uma casa cheia de carinho, atenção e amor: The Donkey Sanctuary (O Santuário dos Burros), na cidade de Birmingham, na Inglaterra.

Ali vivem muitos animais resgatados por negligência ou abuso de seus antigos donos e se tornam burrinhos terapeutas.

Foi lá que, em 2013, Shocks conheceu a menina Amber, que tinha dois anos e não conseguia emitir nenhum som.

Isso porque, quando ela e seu irmão gêmeo nasceram, prematuramente, ela não conseguia sequer respirar.

Por conta desse problema respiratório, Amber precisou fazer uma cirurgia assim que chegou ao mundo, colocando um tubo no seu pescoço para que o ar entrasse, mas também cortando o fluxo de ar das suas cordas vocais.

Além disso, a pequena também tem paralisia cerebral, o que torna ainda mais difícil para ela o fortalecimento de seus músculos e sua movimentação.

“Ela se esforçou para sentar e só mostrou sinais de engatinhar muito tarde. Um amigo comentou sobre o santuário com a Tracy [mãe de Amber] e disse que os burros podem dar terapia a crianças com necessidades especiais, então decidimos tentar.”, disse Julian Austwick, pai de Amber.


Recomendamos para você:

Letícia Flores

Written by Letícia Flores

Letícia, do latim "alegria". Redatora, professora e inventadora. Escreve e dá aulas de italiano por paixão; produz conteúdo por profissão. Que sorte a desta menina, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 esculturas incríveis que desafiam a lei da gravidade

Hóspede entediado cria esculturas inusitadas para a camareira do hotel