Bebê de apenas 7 polegadas que nasceu na quarentena continua bem
Bebê de apenas 7 polegadas que nasceu na quarentena continua bem

Bebê de apenas 7 polegadas que nasceu na quarentena continua bem

Com uma pequena dose de esperança, esse bebê vem quebrando todas as barreiras!

publicidade

Um casal chamou a atenção da população da Inglaterra, após terem um bebê que media apenas 7 polegadas. O pequeno garotinho ultrapassou todas as barreiras médicas que tentaram fazer com que ele ficasse na barriga de sua mãe um pouco mais, para que pudesse se desenvolver melhor.

Chamado de Oliver-Cash Lowther-Ryan, esse guerreiro nasceu bem antes do tempo programado pela família. Pesando apenas 1 kg, foi um pequeno gritinho que deu assim que veio ao mundo, que trouxe esperança para todos os médicos responsáveis pelo parto de sua mãe.

Por ser um verdadeiro guerreiro, Oliver até recebeu um apelido carinhoso pela equipe médica do hospital de “Rocky”, por já começar a sua jornada no mundo, vencendo batalhas e mais batalhas. Filho do Ethan e Frances, Oliver chegou a apresentar várias complicações de saúde.

publicidade

O pai contou que: “Ele é um lutador incrível e tem o apelido de Rocky, porque ele não fica no chão. Estamos muito orgulhosos dele por ter enfrentado todos os desafios que enfrentou até agora”.

bebe-de-7-polegadas-segue-se-recuperando
(Imagem: South Coast)

Ainda nas primeiras semanas, precisou fazer duas operações intestinais, teve problemas pulmonares, passou por mais de 11 transfusões de sangue, problemas cardíacos e mesmo assim segue firme e forte para alegria da família.

Sendo um pouco maior que um controle remoto, os pais do pequeno guerreiro tiveram que esperar nove semanas para poder colocá-lo em seus braços. Por causa do coronavírus, os pais permanecem uma jornada para conseguir visitar o pequeno Oliver internado.

pais-de-bebe-prematuro-comemoram-caminhada
(Imagem: South Coast)

O Ethan chegou ate a contar sobre a luta que estão passando: “Como apenas um de nós foi autorizado a entrar no hospital em cada visita, tive que esperar até a semana seguinte. Comprei uma camisa nova para poder colocá-lo facilmente no peito para fazer pele com pele e foi um momento emocional”.

publicidade

Mesmo com muitos cuidados, em suas 11 semanas de vida, os pais permanecem sempre que podem ao lado do bebê e nunca deixam de agradecer cada cuidado que os médicos depositam em sua pequena criancinha.

Ainda que a família tenha recebido orientações para esperar o pior, Oliver vem mostrando a cada dia, que é fruto da esperança de todos e que apenas o melhor estará acontecendo.

Fonte: Mirror

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments