Conheça 10 incríveis projetos que prometem salvar comunidades inteiras de devastações climáticas

Você não vai acreditar nesses projetos criados para nos proteger de devastações climáticas.

publicidade

Se você nasceu antes da década de 1990, foi contemporâneo de diversos desastres naturais ao redor do mundo provocados por furacões, tsunamis, dentre outras mudanças climáticas bruscas que afetam populações e destroem comunidades inteiras.

Pensando em prevenir as principais áreas de risco, arquitetos, artistas, designers e engenheiros civis do mundo todo já apresentaram projetos cujo objetivo é bem simples: proteger cidades e suas populações.

Os detalhes de alguns desses projetos podem ser vistos nas imagens abaixo, que provam que com inteligência e muita pesquisa é possível tornar o ser humano um pouco menos vulnerável à fúria da natureza.

publicidade

Vamos lá?

A ‘casa-solar’, acima das planícies de inundação. (Tailândia)

Arquitetura1

Imagem via Inhabitat.

A base desta casa é um simples contêiner sustentável, modular e de fácil transporte que tem sistemas autossuficientes de refrigeração intuitivos e dispositivos de sombreamento de sol que funcionam com a energia solar.

publicidade

Este é o melhor projeto para se viver de maneira sustentável em uma área de várzea, como no centro da Tailândia, usando a sabedoria tradicional tailandesa que é “viver como uma comunidade sustentável.

– afirma o responsável pelo projeto em seu site.

A Casa Flutuante. (Londres)

Arquitetura2

Imagem via CTA.

Ela é uma estrutura leve que pode ser construída sobre planícies de inundação e empilhamento ou, como o próprio nome diz, como uma simples casa flutuante.

Seu interior é constituído de madeira isolada de aproximadamente 46 pés de comprimento por 15 pés de largura e ainda há espaço para jardins na base e no telhado da casa. Partiu flutuar?

publicidade

O pavilhão de vidro contra inundações. (Paris)

Arquitetura3

Imagem via Good Magazine.

Idealizado sobre o famoso rio parisiense Sena, este pavilhão de vidro seria posicionado bem em cima do excesso de água do canal francês para que a estrutura possa circular na água por meio de rampas situadas abaixo do piso de vidro.

O arquiteto Margot Krasojević também projetou um escudo monocoque que ajuda a suportar o peso da água, bem como um sistema de filtragem e canalização da água em reservatórios submersos.

Outra ideia que além de proteger a estrutura, é sustentável!

Criativa bacia para evitar a invasão das águas. (Veneza)

Arquitetura4

Imagem via Act_Romegialli.

Como a cidade de Veneza sofre anualmente com a elevação do nível de água na cidade toda, os arquitetos italianos desenvolveram uma bacia de concreto que seriam colocadas na entrada das casas para captar as águas provenientes dos transbordamentos.

O projeto foi testado com sucesso no estúdio Act_Romegialli.

Torneiras que podem salvar a Lousiania de afogamentos. (Louisiana)

Arquitetura5

Imagem via Baird Associates.

Uma engenhoca que espalha sedimentos naturalmente e com segurança, podendo ser desligada por meio de torneiras. Oi? É isso mesmo.

O diretor do projeto, Gina Ford, explica que “nos próximos cem anos poderemos ‘abrir’ o rio em uma bacia, deixá-lo correr por um tempo, capturando o máximo de sedimento possível, e refazer o procedimento em uma outra bacia”.

É uma espécie de ‘bicicleta’ através das bacias que captura o máximo de terra possível para salvar Nova Orleans dos futuros danos causados pelas inundações.

A mudança necessária que está para se tornar realidade. (Nova York)

Arquitetura6

Um dos projetos propostos pela BIG Architecture.

A proposta do projeto é recriar a estrutura das cidades de Nova York e Nova Jersey a fim de protegê-las contra inundações. A iniciativa partiu de arquitetos que não se conformaram com a destruição em massa causada em ambas as cidades em função dos furacão Sandy.

Dentro de quatro ou cinco anos, você verá uma estrutura muito diferente nesta cidade

– disse o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ao The Guardian.

A pista de skate que também previne contra inundações.

Arquitetura7

Esboço do projeto. Imagem via Søren Nordal Enevoldsen.

“O canal esvazia-se rapidamente quando a chuva para e o reservatório de água só será preenchido aproximadamente uma vez a cada dez anos”, diz o designer-chefe deste projeto. Isso garante que a chuva não cause grandes impactos na região onde a pista de skate estiver localizada.

A transformadora casa que se adapta de acordo com o clima.

Arquitetura8

Imagem via Motus.

Neste projeto, a casa disporia de painéis solares que alimentam “partes móveis” que podem automaticamente abrir e fechar e até evaporar o excesso de água para manter a casa fresca no verão e seca nas estações úmidas.

Os painéis solares instalados no telhado são capazes de alimentar a casa inteira!

Já temos algo parecido aqui no Brasil. Quem usa painéis solares pode comentar aí embaixo as vantagens da instalação.

Designers transformam oceano em energia. (Beirute)

Arquitetura9

Imagem via Najjar & Najjar Architects.

Além de fornecer casas ao longo de áreas costeiras, o projeto IRIS também gera energia por meio de uma instalação cinemática que impulsiona a energia dos oceanos através de uma rede de cabos de muitas casas na área.

Os arquitetos também criaram este projeto como uma forma de diminuir a distância entre o pescador tradicional – cidadãos menos abastados – os cidadãos que moram em arranha-céus de luxo que surgiram ao longo das margens.

Achei o máximo! Uma reforma agrária sem tirar as terras de ninguém. Será que os milionários brasileiros iriam aprovar?

Vizinhanças e nações ajudadas por soluções flutuantes. (Ilhas Maldivas)

Arquitetura10

Projeto para proteger as Maldivas contra o afundamento. Imagem via Waterstudio.nl.

Como toda a extensão das Ilhas Maldivas estão a menos de seis pés acima do nível do mar, qualquer alteração brusca no clima pode colocar a ilha inteira embaixo d’água.

Pensando nisso, os arquitetos projetaram as instalações flutuantes que você viu acima.

Nada como se preparar, não é mesmo?

Fonte: magazine.good.is.

Gostou do que viu? Compartilhe! 🙂