in ,

Correr faz tão bem para seu cérebro quanto meditar, segundo a ciência

Pode parecer óbvio – à medida que você faz uma corrida longa, se alterando loucamente entre sensações de agonia e exaltação – que a corrida pode ter um efeito enorme em seu estado de espírito.

É uma ideia intuitiva que um número crescente de neurocientistas começou a levar a sério, e nos últimos anos eles começaram a nos mostrar o que realmente acontece com sua massa cinzenta enquanto você corre.

Suas descobertas confirmam o que muitos corredores sabem por experiência própria: podemos usar a corrida como uma ferramenta para melhorar a maneira como pensamos e sentimos.

E agora estamos aprendendo precisamente por que correr pode nos ajudar a retomar o foco, vencer o estresse e melhorar o humor. Além disso, sabemos por que – se tiver sorte – você pode ter um breve vislumbre do nirvana.

Seria loucura acreditar que a corrida é uma solução universal para todos os nossos desafios psicológicos. De fato, do ponto de vista do seu cérebro, você pode não querer forçar demais.

Correr faz tão bem para seu cérebro quanto meditar, segundo a ciência

Neurocientistas alemães examinaram os cérebros de alguns dos competidores antes, durante e após a TransEurope Foot Race, em que competidores percorreram 3.000 milhas, durante 64 dias consecutivos.

No meio desta ultramaratona absurdamente extrema, a massa cinzenta dos corredores encolheu em volume em 6%: o encolhimento “normal” associado à velhice é de apenas 0,2% a cada ano.

Felizmente, a história não termina muito mal: oito meses depois, os cérebros dos corredores voltaram ao normal.

Mas se cobrir distâncias imensas pode ser contraproducente, fica claro agora que corridas mais moderadas podem resultar em benefícios muito reais.


Recomendamos para você:

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

100 dicas inspiradoras sobre a vida, as pessoas e a felicidade

Três coisas que todos nós deveríamos saber sobre desejos