in ,

Você provavelmente está passando seus finais de semana da maneira errada

Só porque você não trabalhou no final de semana passado não significa que você teve um bom final de semana.

Os trabalhadores de escritório estão registrando mais horas do que há uma geração, e os americanos se destacam no jogo perdedor das ocupações competitivas.

Nesse contexto, um fim de semana sem e-mail e planilhas pode parecer uma vitória em si – e é, de certa forma.

Mas se você não se sentir rejuvenescido e disposto a enfrentar a segunda-feira depois de dois dias sem trabalho, pode haver um motivo: você está passando o seu final de semana da maneira errada.

É assim que o final de semana bom-mas-ruim se parece.

Depois de uma semana de longas horas, a sexta-feira finalmente chega. Você muda para o modo “eu”, desmoronando no sofá para uma maratona de esportes ou Netflix. Adicione em algumas compras no shopping, Facebook, spa, uma festa intensa, e você é o cara, certo?

Não. Psicólogos positivos aconselham que o caminho para a realização está no lazer de uma ordem diferente e superior.

O jeito certo de passar seus finais de semana

Segundo o sociólogo Robert Stebbins, da Universidade de Calgary, a maior parte do lazer é dividida em duas categorias: casual e séria.

As atividades de lazer casuais são de curta duração, imediatamente gratificantes e muitas vezes passivas; elas incluem atividades como beber, fazer compras on-line e a observação compulsória acima mencionada.

Esses desvios proporcionam um prazer hedônico instantâneo – literalmente, já que todos esses passatempos fazem com que o cérebro liberte dopamina e ofereça conforto instantâneo.

Redação

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A cura para seu vício em tecnologia está onde você menos espera: no tédio

Crowdfunding: tudo que você precisa saber sobre o financiamento coletivo