in , , , ,

Aprenda a não fazer nada, de acordo com o conceito holandês Niksen

Entre o conceito dinamarquês de conforto, o hugge, e o conceito sueco lagom, que incentiva uma vida equilibrada, muito se tem falado sobre os métodos nórdicos de estilo de vida.

De acordo com suas propostas, esses estilos prometem nos transformar em pessoas melhores.

Mas, se o seu problema não é encontrar a felicidade, mas sim, diminuir as pressões da vida, o caminho é seguir em direção à Holanda e experimentar o estilo niksen.

niksen

Niksen, por definição, é uma prática de redução de stress da Holanda, cujo significado literal é NÃO FAZER NADA, ou ficar ocioso.

Não fazer nada, neste caso, é “fazer algo sem um objetivo final, como ficar olhando a paisagem pela janela, ficar sentado olhando para o nada ou ouvir música”, como explica Caroline Hamming, coach do Centro CSR, uma organização dedicada a lutar contra o stress e a síndrome do burnout.

niksen

Em vez de ocupar a mente constantemente com o que você precisa fazer ou pular de uma tarefa para outra, niksen é a prática do desacelerar.

É uma repressão bem-vinda das expectativas da sociedade sobre trabalho e produtividade que permeia a cultura.

A parcialidade cultural contra o fazer nada é incentivada fortemente no idioma holandês.

O provérbio popular ‘Niksen is niks’, por exemplo, significa ‘fazer nada é não é bom para nada’. Outro provérbio diz ‘Doe gewoon normaal’ que, traduzido, significa “apenas seja normal”.

niksen

Na prática, é uma sugestão para se manter sempre ocupado – mas não muito ocupado; para descansar, mas não muito. Mas, sobretudo, para não ser preguiçoso.

Adicionar APP Awebic

Avatar

Written by Luciana Caczan

Neta da Palmirinha e Mulher Maravilha no horário comercial. Mãe, esposa, jornalista, repórter e produtora nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fotógrafo colore fotos que denunciavam o trabalho infantil no passado

12 animais extremamente raros que pouca gente já ouviu falar