Hoje eu descobri que sou louco mesmo (e a culpa é sua)

Não tem como negar.

publicidade

Eu sou louco.

Não, eu não tomei muito café, não briguei com números matemáticos ou me joguei por alguma janela hoje.

Eu descobri no dia de hoje que sou louco mesmo, e o maior problema dessa loucura é você.

publicidade

Não quero contar sobre as inúmeras passagens diárias que você tem no meu pensamento, sobre as risadas sarcásticas que dou quando lembro do seu nome e, dentro de mim quero apenas mudar o futuro para te ter do meu lado.

eu sou louco mesmo

Eu quero contar que enlouqueci, que não entendo mais porque eu vejo seu nome nos locais que possuem as suas iniciais, que eu coloco seu nome no meio de frases em grupos de amigos e que, por maiores que sejam os itens do dia a dia que façam a gente ficar longe, eu ainda te vejo quando fecho os olhos buscando encontrar me relaxar.

Vem cá, hein!

publicidade

Me diz quando foi que você obteve permissão para invadir tudo que é parte da minha vida, quem disse que você é mesmo o refrigerante que virei sobre a mesa que se espalhou por toda a concentração do meu momento?

Quando é que você focou em salvar todas as suas fotos na minha memória ao invés de salvar elas na memória do seu próprio celular?

Me fala!

Isso é invasão de privacidade, seria loucura pedir para você continuar bem aonde está?

Porque se for loucura, eu não sei me explicar.

publicidade

Juro, nenhum pouco.

Afinal, a culpa é toda sua.

Eu acabei ficando louco.

***

Texto escrito pelo leitor Bryan Gabriel para a Comunidade Awebic.

COMENTÁRIOS | Deixe sua opinião!

comments