Homem mantém seu cão-guia que ficou cego e agora os dois compartilham um cão-guia

O essencial é invisível aos olhos.

publicidade

Que os cães são os melhores amigos do homem, isso nunca foi segredo para ninguém. Mas para algumas pessoas, os cães além de melhores amigos cumprem a incrível missão de fazer o papel dos olhos de seus donos.

É o caso de Edward, cão guia de Graham Waspe. Durante seis anos, Edward foi os olhos que faltavam para Waspe. Até que por uma reviravolta do destino, Edward adquire catarata e acaba cego, como seu tutor.

As pessoas mais sem coração diriam: “Troca de cão guia, esse daí não serve mais para nada!”

Mas quem escolhe dividir a vida com um cão, seja por mera vontade, ou necessidade como é o caso das pessoas cegas, é contagiada com o amor mais puro e gracioso deste mundo. E Waspe diante deste novo obstáculo de Edward, seu fiel companheiro e literalmente escudeiro, não hesitou em passar por cima deste obstáculo.

publicidade

E foi aí que a Opal entrou na vida desses dois companheiros. Opal é uma cadelinha de dois anos de idade e agora guia tanto de Graham quanto de Edward, sendo a peça que faltava nessa parceria onde o essencial é invisível aos olhos.

Cão-guia-1

Cao-guia_3

article-1364849-0D8DAAD9000005DC-474_634x461

publicidade

article-1364849-0D8DAAF9000005DC-365_634x418

article-1364849-0D8DAAE9000005DC-444_634x395

Não tem como não se emocionar, não é?

Fonte: addictable.com.br.