in

Você atinge o sucesso porque é feliz e não o contrário

Para a grande maioria das pessoas, atingir o sucesso é estar em uma grande empresa, receber muito dinheiro e ter uma vida estável.

Tudo isso pode ser o sucesso, mas não somente isso.

Valorizar as pequenas atitudes e ações da vida pode ser o primeiro passo para atingir esse desejo tão almejado.

Se nos reduzirmos a apenas salários, cargos e saldos bancários, estamos perdendo o presente de estar vivo, realmente conectados com o mundo.

Estamos perdendo a melhor parte de nossas vidas. Estamos perdendo a felicidade.

No livro Felicidade, Eduardo Giannetti faz uma reflexão sobre os dilemas morais e existenciais da felicidade na forma de diálogos entre quatro amigos. O tema permeia o pensamento filosófico há séculos. Muitos acreditavam que, com o avanço tecnológico, seríamos mais e mais felizes.

giphy

A Universidade Strayer promove o Movimento Sucesso para mudar a definição de sucesso.

Para cada assinatura, Universidade Strayer vai doar 50 centavos para investir no sucesso pessoal de cada um. Em uma dessas conversas, os amigos tentavam entender: o que havia dado de errado para que o ideal iluminista de contentamento não tivesse sido alcançado?

Afinal, nunca em toda nossa história tivemos melhores condições e expectativas de vida. Temos conforto, segurança e possibilidades de desenvolver e alcançar nosso potencial de uma maneira nunca antes imaginada por nossos antepassados.

Por que, então, dentre os milhares de dias que vamos viver, sentimos que é tão difícil nos propor a encontrar um único momento de alegria?

giphy (1)

A proposta da universidade é focar no que significa a palavra sucesso para cada um de seus assinantes, através de artigos. Por meio de estímulo textual, dicas são listadas como sugestões para ser colocadas em prática afim de tornar as pessoas mais bem sucedidas, mais satisfeitas com suas próprias vidas e com mais conteúdo.

Não apenas em suas vidas profissionais, mas em sua vida pessoal.

Thank you for reading!

Pedro Molina

Publicado por Pedro Molina

Publicitário, cineasta, músico, mais perdido que surdo em bingo, porém, curtindo cada segundo dessa jornada e cada beco sem saída! Pois como diria Einstein: "Somos todos geniais. Mas se você julgar um peixe por sua capacidade de subir em árvores, ele passará sua vida inteira acreditando ser estúpido."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jovens africanos estão provando que tudo que você sabe sobre a África está errado

Quando o seu gato não te deixa ler. Veja os 20 gatos mais carentes da internet!