Lulu é demitida da CIA porque prefere brincar a detectar bombas

Se você fosse um cachorro você preferiria brincar ou detectar bombas?

Isso já aconteceu com você?

Você se anima ao começar estudar algo novo, mas depois perde o interesse.

Você inicia um novo emprego, mas depois está com a cabeça em outras atividades.

São coisas da vida, algo que todo ser humano enfrenta…

Ou melhor, agora com esse recente anúncio da CIA, isso parece ser algo que também atinge os cães.

Lulu (1)

Pois é!

A CIA anunciou recentemente no Twitter que a labrador Lulu não trabalhará mais para a agência.

Lulu (2)

As declarações abaixo foram traduzidas da página da CIA, no Twitter.

“Nós estamos tristes em anunciar que após algumas semanas de treinamento, Lulu começou mostrar sinais de que não estava interessada em detectar odores de explosivos”, informaram.

Lulu (3)

“Às vezes o cão está entediado e precisa de mais tempo brincando, às vezes eles precisam de um descanso, ou estão passando por uma pequena condição médica como alergia à comida.

Lulu (4)

Mas para alguns cães como a Lulu, fica claro que o problema não é temporário. Na verdade, esse trabalho não é para eles.

Lulu (5)

A maior preocupação dos nossos treinadores é com o bem-estar físico e mental dos cães.

Lulu (6)

Eles tomaram uma decisão difícil e fizeram o melhor para Lulu: pararam de treiná-la.

Lulu (7)

Quando um cão é removido ou se aposenta do nosso programa K9, o treinador e sua família são convidados a adotá-lo, e a maioria faz isso.

Lulu (8)

Lulu foi adotada por seu treinador e agora se diverte brincando com seus filhos e seu novo amigo.

Lulu (10)

Nós sentiremos saudades da Lulu, mas foi a decisão certa para ela. Desejamos tudo de bom em sua nova vida!”

É um ou não é um notícia adorável?

Infelizmente encontramos com certa frequência notícias e casos de abuso animal, onde os bichinhos são mantidos em situações horríveis.

Lulu (9)

Ler uma notícia dessa é um alívio. É um lembrete de que existem boas pessoas no mundo.

Há quem defenda que os animais não deveriam exercer nenhum trabalho. Neste post, a nossa intenção não é discutir isso.

O ponto aqui é mostrar que existem muitos lugares onde os animais ajudam em certas atividades — seja na zona rural ou urbana — e isso não significa que haja maltrato.

Você gostou de conhecer a história de Lulu? Compartilhe!

Lulu (11)

publicidade