Mateus 19 – O que Deus UNIU, não separe o homem

Mateus 19 – O que Deus UNIU, não separe o homem Quando nosso Deus Todo-Poderoso criou o ser humano, especificamente o homem, Ele deu a ele as forças do homem e quando Ele criou a mulher, ela recebeu suas diferentes forças também. Assim, com a força de cada um, nosso Criador pretendeu que um homem […]

Mateus 19 - O que Deus UNIU, não separe o homem
Mateus 19 - O que Deus UNIU, não separe o homem

Quando nosso Deus Todo-Poderoso criou o ser humano, especificamente o homem, Ele deu a ele as forças do homem e quando Ele criou a mulher, ela recebeu suas diferentes forças também.

Assim, com a força de cada um, nosso Criador pretendeu que um homem e uma mulher se unissem e se complementassem e se complementassem e constituíssem uma instituição familiar muito forte.

Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe. (Mateus 19:6)

Te interessa?

É nesta família que nosso Senhor pretende gerar e criar Sua criação da melhor maneira possível. Quando o pai e a mãe estão presentes na família, os filhos tendem a crescer sadiamente com o melhor apoio.

A construção da família em Mateus 19

Quando um dos pais está ausente, ou mesmo todos, os filhos crescem com algum tipo de deficiência moral e psicológica que pode impedi-los de fazer a obra de Deus da melhor forma possível.

Quando Jesus Cristo, o Filho de Deus diz que o homem deve deixar seu pai e sua mãe e se unir a sua esposa e se tornar uma só carne, Ele quer dizer que a instituição do casamento deve estar em congruência o tempo todo, deve funcionar como os diferentes órgãos do corpo em um ser humano.

Mateus 19

Ele respondeu: “Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez homem e mulher’ e disse: ‘Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’? Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe”. (Mateus 19:4-6)

O homem e a mulher devem viver em harmonia, apesar de suas diferentes qualidades e educação.

Da mesma forma que a cabeça não pode funcionar sem o pescoço e o pescoço sem a cabeça, o mesmo ocorre com o homem e a mulher na instituição do casamento.

A verdade é que Jesus Cristo confirma o fato de que o casamento não é uma instituição inventada pelo homem, mas uma instituição inventada por Deus.

BELEZA: o detalhe que não vale nos relacionamentos de VERDADE

Um casamento abençoados por Deus

Quando o homem e a mulher decidem se casar, eles devem primeiro buscar as bênçãos de Deus e finalmente solenizar o casamento na presença do Senhor, na Igreja.

Jesus Cristo também nos avisa que tudo o que Deus criou no casamento, nenhum homem ou mulher pode arruiná-lo.

Portanto, qualquer pessoa que pretenda, deliberada e maliciosamente, destruir qualquer união matrimonial lícita, enfrentará a ira de Deus.

Mateus 19

Vamos proteger a instituição do casamento santo com todas as nossas forças e forças, pois é uma instituição enviada por Deus.

Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne. O homem e sua mulher viviam nus, e não sentiam vergonha. (Gênesis 2:24-25)

Nosso Senhor e Criador deseja que possamos viver juntos com nossas esposas e maridos todos os dias de nossas vidas fazendo a obra de Deus que Ele nos designou dentro do casamento e em outros lugares também.

13 vantagens do casamento: você vai querer se casar HOJE

Um casal é algo que “Deus uniu”?

Você precisa entender que o casamento não é de origem humana, ele se originou de Deus e é parte da forma como Deus planejou que a raça humana vivesse. Ao dizer “ninguém separe” um casamento, Jesus Cristo ensinou que o divórcio não é o plano de Deus.

Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe. (Mateus 19:6)

Uma vez que um home e uma mulher casa, eles são unidos pelo próprio Deus, e a união é para durar a vida toda. Este princípio é verdadeiro apesar da fé, ou falta dela, do casal.

Mateus 19

Quando dois ateus se casam, eles são unidos por Deus, quer reconheçam ou não. Se Deus os uniu, então nenhum ser humano tem o direito de quebrar essa união.

O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros. (Hebreus 13:4)

Mais tarde, depois que Jesus disse: “O que Deus uniu, ninguém o separe”, os fariseus salientaram que Moisés permitiu o divórcio.

Jesus concorda, mas também aponta que a permissão foi feita devido à “dureza de coração”, reiterando que o divórcio nunca foi o plano original de Deus.

Jesus respondeu: “Moisés lhes permitiu divorciar-se de suas mulheres por causa da dureza de coração de vocês. Mas não foi assim desde o princípio. (Mateus 19:8).

Mateus 19

Deus permite o divórcio?

A ordem de Jesus Cristo contra a separação do que nosso Deus e Criador uniu implica que é possível que uma união matrimonial seja rompida e que uma só carne seja separada pelo divórcio.

Muitos, ou até talvez a maioria, permitiriam o divórcio no caso de infidelidade impenitente por parte de um dos cônjuges:

Eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério. (Mateus 19:9)

Ou abandono de um cônjuge crente por um cônjuge descrente que não quer mais se casar com um crente:

Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não está sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz. (1 Coríntios 7:15)

Nesses casos, o vínculo matrimonial foi quebrado por infidelidade ou deserção – o rompimento de algo que Deus uniu – e é uma ocorrência trágica.

Veja mais ›
Fechar