Categorias: Cultura

Mistério desvendado: aqui está o motivo científico por que odiamos nossas selfies

Se você não gosta das suas selfies, saiba que a culpa é do espelho!

Que atire a primeira pedra quem nunca tirou – pelo menos – dez selfies antes de escolher a “menos mal” e, mesmo assim, aplicar infinitos filtros.

Tudo bem. Tenho tendência a exagerar nos números e nos adjetivos, mas é inegável que o que você acabou de ler está bem próximo da realidade, não é? Mas, a boa notícia, é que há uma explicação científica do porquê odiamos nossas selfies e as fotos em que saímos.

Espelho, espelho meu…

Embora muitas pessoas acreditem que o motivo pelo qual suas fotos só são aceitáveis depois de passadas por um tratamentozinho básico (vocês conhecem o app Perfect 365? Dos deuses!) é porque elas não estavam na mesma fila que Angelina Jolie, Brad Pitt, Megan Fox, etc, e, por isso, não foram dotadas com os mesmos atributos físicos. Porém, Dona Ciência descobriu que a culpa é do espelho! Mas não pelas razões que você pensava.

Efeito da Mera-Exposição

Tudo se resume à simetria. Didaticamente falando, quanto mais simétrico um rosto, mais bonito ele será aos olhos dos outros. Ser simétrico significa que o lado direito e o lado esquerdo são exatamente iguais. Parece simples, né? Proponho a você um experimento: tire uma selfie de apenas um dos lados do seu rosto. Depois, jogue essa selfie em algum programa de edição de fotos e a espelhe, formando o seu rosto. Você vai se surpreender com a diferença do que vê nessa selfie e do que vê no espelho. Para ilustrar, dê só uma espiadinha no que acontece com as atrizes Jennifer Lawrence e Meryl Streep. Leve em consideração que a imagem original já estava tratada, portanto, dê um desconto.

Jennifer Lawrence – foto original
Jennifer Lawrence – somente o lado esquerdo de seu rosto.
Meryl Streep – foto original
Meryl Streep – somente o lado esquerdo do rosto.
Apesar de poucas diferenças, esse experimento inofensivo é apenas para mostrar que a simetria perfeita não existe. Quando nos olhamos no espelho com frequência (acredito que todo mundo se olhe no espelho pelo menos 1 vez ao dia desde que se conhece por gente, certo?) nos acostumamos com a nossa assimetria. Sabemos que quando sorrimos, o olho direito fica com o canto um pouco mais para baixo, que o lábio superior, ao sorrir, sobe um pouquinho mais do que deveria, etc.

Quanto mais acostumados com uma imagem assimétrica, mais comum ela se torna para nós.

O grande problema das selfies é que, ao bater a foto, a câmera dos celulares automaticamente inverte os lados do rosto, ou seja, na foto, o seu lado direito se torna o esquerdo e vice-versa. Isso causa um estranhamento sem tamanho em relação ao que estamos acostumados a ver refletido no espelho e, por isso, é bem provável que você não só deteste a selfie, como tente tirar mais 35 (olha o exagero se manifestando de novo!) para escolher uma que o agrade. Esse fenômeno é chamado de Efeito da Mera-Exposição (Mere-Exposure Effect) e foi descoberto em um estudo conduzido em 1968 pelo psicólogo Robert Zajonc. E olha que nesse tempo nem se pensava em selfie ainda… Fonte: wired.com.

Escondidos sob filtros

Viva os filtros do Instagram! É ajustando filtros e sob a luz certa que conseguimos “engolir” o que estamos vendo. O efeito é tão comum que já virou até motivo de piada. Seinfeld, uma famosa série americana protagonizada pelo comediante homônimo Jerry Seinfeld e mais uma trupe de atores hilários e totalmente sem noção, teve o Efeito da Mera-Exposição como tema de um de seus episódios (a série deixou de ser exibida em 1998). No episódio em questão, Jerry sai com uma menina que é linda sob um determinado tipo de luz, mas é outra quando vista por outro ângulo. A diferença é tão grande, que ela foi apelidada de “Duas Caras”. Clique no play para ver. (O vídeo está sem legenda) https://youtu.be/xqjCnmV629o

Você é lindo!

Podem-se concluir duas coisas importantes a respeito do Efeito da Mera-Exposição:

  1. Ninguém é perfeito, pois de acordo com esse estudo, a perfeição é caracterizada pela total simetria e, embora alguns cheguem bem perto disso, esse tipo de simetria, repito, NÃO EXISTE. Portanto, olhe bem para a sua selfie e diga em alto e bom som: é mentira sua! Eu não sou essa (e)!
  2. Cada pessoa é única e exclusiva e aí está a beleza de todo mundo. Você pode até estar descobrindo isso agora, mas tem gente que já descobriu isso há tempos e fez questão de sair dizendo por aí o quanto eu, você, ele, ela, nós, vós e eles somos bonitos.

Gostou dessa história? Aproveite para compartilhar com aquele seu amigo selfie-maníaco!

Share
Publicado por:
Luciana Caczan

Últimos artigos

40 frases para comemorar o Dia das Crianças com carinho

Veja aqui lindas frases de Dia das Crianças para você homenagear as crianças que você… Read More

29 de setembro de 2020

Concurso de fotografia animal anuncia as 40 fotos mais HILÁRIAS como finalistas

Tente escolher a sua favorita e falhe! Read More

29 de setembro de 2020

A primavera tem muita transformação para ESSES Signos do Horóscopo!

Saiba como essa estação afeta o seu signo! Read More

29 de setembro de 2020

Filha escondeu o doutorado por 3 anos para surpreender a mãe e sua reação em formatura emociona

A reação emocionante nos inspira ainda mais afeto para com nossos pais! Read More

29 de setembro de 2020

10 razões INDISPENSÁVEIS para sempre comemorar o Dia das Crianças

Razões para você comemorar o Dia das Crianças com os seus filhos e aproveitar esse… Read More

29 de setembro de 2020

Carteiro ‘Amigo dos Animais’ viraliza ao tirar selfies com os pets que encontra no trabalho

Os encontros de Cristiano se estendem também aos gatos, coelhos e outros pets! Read More

29 de setembro de 2020