Cultura

15 nomes proibidos ao redor do mundo. Eu nem sei pronunciar o #7!

publicidade

A escolha do nome do filho é uma das decisões mais importante que os pais precisam tomar. Nessa hora, tem quem opte pelos mais comuns e tem quem solte a imaginação.

Sugestões-nomes-para-bebês

No Brasil, de acordo com a lei de Registros Públicos, os cartórios podem recusar o nome que os pais escolheram para seus filhos. Geralmente isso acontece quando a escolha poderá trazer transtornos à criança.

Ao redor do mundo, muitos países proíbem os pais de colocarem determinados nomes aos recém-nascidos.

publicidade

Separamos alguns dos exemplos mais bizarros para você. É para lá de curioso!

1. Nutella

Bizarro? Não para os pais de uma menina francesa, que queriam batizá-la dessa forma com a esperança que ela fosse tão doce quanto o produto. Os juízes, entretanto, não aprovaram a escolha, e a menina foi chamada de “Ella”.

ah-nutella

2. Akuma

A palavra “akuma” significa “diabo” em japonês. Após um bebê ser nomeado assim, o próprio Ministro da Justiça do Japão precisou intervir e adicionar “Akuma” à lista de nomes proibidos por lá.

3. Anal

Na Nova Zelândia, o governo precisa liberar previamente qualquer nome fuja do normal. Lá, anal significa a mesma coisa do Brasil. Por isso, nem preciso dizer porque é proibido, né?

publicidade
nomes 2

4. Talula Does The Hula From Hawaii (Talula Faz a Ula do Havaí)

Gente, é sério. Os pais de uma criança a batizaram assim na Nova Zelândia (de novo!).  Esse nome fez o governo do país assumir a tutela de uma menina de 9 anos e encontrar para ela outro nome que fosse mais apropriado.

talula

5. Osama Bin Laden

SIM! Pouco tempo depois dos atentados de 11 de setembro, um casal turco que morava na Alemanha tentou nomear seu filho com o mesmo nome do terrorista… Mas não conseguiu. O governo alemão proíbe nomes que possam constranger as crianças e também não são permitidos nomes vedados no país de origem dos pais.

Nesse caso, Osama Bin Lader era proibido na Turquia.

6. Robocop

Depois que os funcionários dos cartórios do México formataram uma lista com nomes proibidos no país, descobriram que “Robocop” estava entre eles. No entanto, um menino conseguiu ser registrado assim por lá! Espero que ele seja conhecido como Rob.

rob

7. BRFXXCCXXMNPCCCCLLLMMNPRXVCLMNCKSSQLBB11116

Não, não estou brincando. Um casal sueco queria batizar a filha como “Albin”, mas esse nome é proibido por lá. Então, eles resolveram colocar somente “A”… o que também não deu certo.

publicidade

O que eles fizeram? Tiveram a brilhante ideia de colocar esse nome acima que eu sequer sei repetir. Graças ao bom senso da Suécia, ele também foi rejeitado.

interrogaçõ

8. @

O símbolo da arroba se pronuncia “ai-ta” na China, o que se assemelha, por lá, ao som de “amá-lo”. Porém, o país, assim como diversos outros, proíbe crianças com símbolos e números em seus nomes. Gente, imagina que confusão o e-mail dessa criança?!

zueira

9. Metallica

Um fã de heavy metal da Suécia nomeou seu filho igual a sua banda favorita. Posteriormente, porém, as autoridades do país baniram novos bebês “Metallica” por lá.

10. Linda

Na Arábia Saudita, o nome “Linda” está na lista dos proibidos por ser extremamente ocidental e ferir a cultura local.

nomes 3

11. Macaco

A Dinamarca possui uma lista de nomes que são liberados por lá (7 mil, ao todo). Entre as palavras proibidas, estão “Macaco”, “Plutão” e “Ânus”!

macaco

12. Sex Fruit

Nova Zelândia está ganhando em disparado no quesito bizarrice. Um casal quis nomear o filho com “Fruto do Sexo”, sem sucesso. Pelo jeito, o governo de lá tem muito trabalho com engraçadinhos querendo dar nomes diferentes aos seus filhos.

13. Fraise

Apesar de “Fraise” significar “Morango” em francês, as autoridades do país baniram o nome, já que poderia ser motivo de piada. Tudo porque existe a expressão “Ram è ne ta fraise”, que siginifica “Traga sua bunda aqui”. Os pais acataram e nomearam a criança de “Fraisine”.

nomes 1

14. Sarah

No Marrocos, os pais de uma pequena menina descobriram que não poderiam chamá-la de “Sarah” por conta da grafia. O “H” no final deixava o nome com uma identidade muito hebraica. Já “Sara” é considerado árabe, então pode.

15. Venerdi

Um casal italiano foi proibido de nomear o seu filho de e “Venerdi” (ou “Sexta-Feira”, em português). Eles aceitaram a solicitação, mas prometeram que o próximo se chamaria “Mercoledi” (“Quarta-Feira”). Então tá, né?

07181907199053

Fonte: megacurioso.com.br.

Tem algum conhecido com o nome diferente? Conta aqui para gente, vamos adorar conhecê-lo. 😉