Boas notícias! Pela primeira vez os casos de Covid estão desacelerando no Brasil!
Boas notícias! Pela primeira vez os casos de Covid estão desacelerando no Brasil!

Boas notícias! Pela primeira vez os casos de Covid estão desacelerando no Brasil!

Rumo à notícias boas!

publicidade

Há mais de três meses os casos de coronavírus não param de aumentar no Brasil, ou melhor, não paravam! Pela primeira vez desde o início da pandemia, o número de pessoas infectadas está desacelerando.

O Imperial College de Londres usa uma avaliação para determinar a situação da pandemia de coronavírus em determinado local. Por meio da taxa de contágio Rt, é possível dizer se os casos estão sob controle ou não.

A base é calculada por meio do número médio de contágio que cada pessoa transmite, e atualmente essa taxa está em 0,98, ou seja, cada pessoa infectada transmite o vírus pra 0,98 pessoas.

publicidade

Embora os dados estejam estabilizados, ainda estão em crescimento lento, o que acende o alerta para que as medidas de combate à pandemia continuem presentes.

O Brasil saiu do rol dos países com a doença ativa, onde ocupou posto por 16 semanas. Mesmo assim, a margem de erro da pesquisa pode mostrar um Rt de 1,04, o que ainda deixa o país no rol.

Lembrando também que esses dados englobam todo o Brasil, no entanto, há diferentes fases da doença em cada região da nação.

publicidade

Essa taxa de contágio é apenas um dos diversos indicadores que revelam a situação da pandemia. Sem estar alinhada com os dados de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), novos casos e mortes de coronavírus e a taxa de ocupação de leitos em hospitais, a taxa por si só não indica realmente que a situação está controlada.

Dos 68 países avaliados, o Brasil atualmente ocupa a posição 39 no ranking da taxa de contágio. O México é o segundo país com mais casos e mortes na América Latina, o país teve uma redução mais significativa e tem um Rt de 0,91.

Dentre os outros países que compõe a América do Sul, todos estão com uma taxa de contágio mais ruim do que a do Brasil.

A Argentina está com RT de 1,42, seguida por Honduras (1,36), Colômbia (1,26), República Dominicana (1,25), Bolívia (1,16), Venezuela (1,16) e a Guatemala (1,11).

O país com a maior taxa de contágio do mundo no momento é o Paraguai, com uma taxa Rt de 1,95. O nível, no entanto, não é maior do que o alcançado pelo Brasil em meados de abril, quando teve uma taxa de 2,3.

publicidade

Além da queda nos dados de contágio, o Imperial College afirmou que depois de muito tempo, o Brasil não ocupa o topo mundial de mortes semanais estimadas pelo Covid.

Atualmente o posto é ocupado pela Índia, onde são esperadas 7.200 mortes, enquanto por aqui são estimadas 6.910. Embora os números representem uma queda, eles ainda são extremamente altos e preocupantes.

Mesmo que a taxa de contágio esteja ‘controlada’ no Brasil, a batalha ainda não está ganha. Os números são sim melhores do que os de antes, no entanto devemos continuar o isolamento social, pois é a melhor maneira de evitar a transmissão.

No caso de quem não pode ficar em casa, tomar as medidas de higiene é ainda mais essencial. Agora não é hora de relaxar. Se nos unirmos, poderemos derrotar essa pandemia.