in ,

Cientistas encontraram um Planeta parecido com a Terra… E agora?

Passam-se séculos, milênios, anos-luz e a vida continua sendo um maravilhoso mistério diante da ignorância humana.

A curiosidade para desvendá-la renasce a cada novo abrir de olhos, a cada desabrochar das plantas, a cada experiência e sentimentos vividos pelo homem.

Nesse contexto, astrônomos investem seu tempo, curiosidade, conhecimento e consciência – suas vidas, enfim – com o propósito de buscar respostas que levarão a novas perguntas.

Recentemente, um grupo de pesquisadores coordenado por Guillem Anglada-Escudé, da Queen Mary University of London, tem revelado novidades sobre o exoplaneta Proxima B, que orbita a estrela Anã Vermelha, Proxima Centauro, do Alpha Centauro, o sistema de planetas mais próximo do Sistema Solar.

Artist's impression of the planet orbiting Proxima Centauri

Impressão artística da superfície de como Proxima pode parecer. Kornmesser.

Mas o que são exoplanetas?

Exoplaneta é um planeta que orbita qualquer estrela que não seja o Sol, ou seja: pertence a um outro sistema planetário que não o Solar. Até 27 de fevereiro de 2016, havia 2.084 exoplanetas detectados.

Artist's impression of the planet orbiting Proxima Centauri

Artista: Kornmesser.

Para se ter uma ideia, o sistema onde orbita esse exoplaneta recém descoberto, o Alpha Centauro, fica a 4,2 anos-luz da Terra, ou seja, toda a luz e toda a radiação eletromagnética por ela emitida demora 4,2 anos para chegar até nós, viajando pelo espaço vazio a cerca de 300.000 km/s, a velocidade da luz no vácuo.

Adicionar APP Awebic

Veja:

Se preferir, veja o vídeo no YouTube.

O Pálido Ponto Vermelho

Mas você pode estar se perguntando: “Quem são os responsáveis por tais descobertas? A NASA?

Na verdade, os responsáveis são do ESO – European Southtern Observatory -, que trabalham desde janeiro de 2016 na divulgação das pesquisas a respeito do Proxima B por meio da tecnologia e precisão do equipamento HARPS, montado num telescópio de 3,6 metros do ESO, no Observatório de La Silla, no Chile.

Letícia Flores

Written by Letícia Flores

Letícia, do latim "alegria". Redatora, professora e inventadora. Escreve e dá aulas de italiano por paixão; produz conteúdo por profissão. Que sorte a desta menina, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A blusa favorita da filha autista parou de ser feita, então a mãe pediu ajuda no Facebook

Artista deixa vestido submerso no Mar Morto por 2 anos e cria obra de arte