Bebê com microcefalia severa recebe alta do hospital e família comemora

“Ele tem uma vontade de viver que eu nunca presenciei”, disse a médica do bebê

publicidade

Pensa numa família feliz da vida! É assim que os pais do Ravi estão se sentindo agora que ele teve alta do hospital e está em casa, nos braços daqueles que o amam infinitamente. Com apenas 1 ano e 10 meses, o Ravi tem microcefalia severa e já enfrentou muitas batalhas pela vida, precisando de cuidados médicos especializados.

Seus pais, Raquel e Kleiton, nunca mediram esforços para cuidar do filho e lutar por sua saúde. O maior desejo era vê-lo bem e, além da alta do hospital, eles também têm um motivo extra para comemorar.

publicidade

Graças ao pessoal do VOAA (plataforma de vaquinhas do site Razões Para Acreditar), foram arrecadados mais de R$ 56 mil para ajudar a família a quitar as dívidas e comprar um carrinho adaptado para o Ravi.

O dinheiro foi essencial também para pagar o financiamento da casa da família em São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte. Uma prova da força da solidariedade!

E olha que enfrentaram verdadeiras batalhas até chegar aqui. A Raquel tentou engravidar por 5 anos e, quando conseguiu, foi avisada de que o bebê nasceria anencéfalo (sem cérebro) e não sobreviveria. Mas ela insistiu e decidiu ter o filho.

No hospital, ela passou por mais uma adversidade

Por conta das previsões nada animadoras, os médicos não queriam ocupar um leito de UTI com um paciente que não ia sobreviver. Raquel resolveu arriscar e ficar no hospital mesmo sabendo que não teria um leito de unidade intensiva para o pequeno.

publicidade
Família reunida e sorriso no rosto (imagem: Razões Para Acreditar)

Um verdadeiro milagre

Ravi nasceu, chorou, mamou no peito.. Tudo que os médicos diriam que ele não faria. Passou uma semana e ele continuava lá, vivo e decidido a ficar com seus pais.

Como tinha uma parte exposta do cérebro que já estava necrosando, foi necessária fazer uma cirurgia de remoção. Devido a esse procedimento, não conseguia mais deglutir e mamar e passou a usar uma sonda para se alimentar. E não é que, após receber uma série de tratamentos, o Ravi voltou a se alimentar como antes?

publicidade

Contrariando todas as expectativas, o Ravi estava vencendo a batalha pela vida! Mas, há um mês, o bebê voltou a ser internado. O motivo: uma pneumonia grave e 5 paradas cardíacas. Algum tempo depois, teve mais 2 paradas cardíacas – totalizando 7 em um mês.

“Eu reanimei seu filho 7 vezes, não tem explicação para isso na medicina. Ele tem uma vontade de viver que eu nunca presenciei”, disse a médica do Ravi, segundo o site Razões Para Acreditar.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Não restam dúvidas de que estamos diante de um grande guerreiro que vai seguir firme nessa luta! Estamos na torcida para que essa família ainda tenha muitos motivos para comemorar pela frente. Que a união e o amor sejam mais fortes do que qualquer dificuldade!

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar