Bebê se torna xodó de hospital por nascer com mais de sete quilos

“Superbebê”!

Bebê se torna xodó de hospital por nascer com mais de sete quilos
Bebê se torna xodó de hospital por nascer com mais de sete quilos
publicidade

Caso aconteceu em Belém, capital do Pará, o casal formado por Francilene do Espírito Santo Araújo e Paulo César Santana Evangelista, moradores do povoado de Igarapé Moconzinho, no município de Acará, nordeste do estado.

Após nove meses de expectativa, enfim nasceu a pequena Estefany. Mas para espanto geral, a bebê não era tão pequena assim. Nasceu pesando 7,038 quilos e com 61 centímetros. Por ter mais de quatro quilos, a menininha é considerada uma “superbebê”.

A menina, que é muito maior que seus companheiros de maternidade, logo fez sucesso entre enfermeiros e médicos da unidade médica Santa Casa da Misericórdia.

publicidade

Te interessa?

“Ela é uma bebê muito fofa, grande e linda. Como ela foge do nosso padrão de tamanho de recém-nascido, a princípio ela foi acomodada em um berço aquecido, pois não coube dentro do isolete que a gente normalmente usa. Ela é o xodó de toda a equipe”, relatou a médica pediatra neonatologista Olívia Mota.

Com este peso a recém-nascida paraense tem fortes chances de entrar para o Guinness Book. Isso porque o atual recorde de maior bebê do mundo, segundo o jornal britânico Daily Mail, pertence a uma criança indiana de 6,8 quilos.

Os pais que vivem da agricultura relatam que devido ao surpreendente tamanho da menina, as roupinhas já compradas não serviram. Como eles vieram do interior do estado, isso será uma dificuldade porque a menina por hora não tem roupa nenhuma.

Imagem: Divulgação/Santa Casa
publicidade

Não deu nela pelo tamanho. Agora estamos sem as roupas ideais para nossa filha. Agora temos que fazer um novo enxoval que atenda o seu tamanho”, disse o pai Paulo César.

Apesar do tamanho do bebê, o processo de parto transcorreu bem e sem perigos para mãe que passa super bem. A criança é seu primeiro filho. Devido ao tamanho da criança, ela vai requerer atenção especial da equipe médica, que ainda não lhe deu alta.

“A médica disse que a minha filha precisa ficar mais um pouco aqui por causa que nasceu muito grande. Lá em casa, souberam que ela é grandona pelas fotos do celular”, disse ele.

publicidade
Imagem: Divulgação/Santa Casa

Apesar dela ter que ficar mais um pouco na maternidade e a preocupação com o enxoval, o pai não esconde a ansiedade de tê-la em casa.

“Não vejo a hora dela chegar lá em casa, os avós possam vê-la e os dois irmãos dela, que tive no primeiro casamento. Agora Deus nos deu a Estefany. Estou muito feliz por isso. Ela será o xodó da família. O que mais quero é vê-la em casa“, disse.

A expectativa agora é cuidar dela, vê-la crescer e educar que é um dos primeiros caminhos de tudo”, completou.

publicidade
Imagem: Divulgação/Santa Casa

Diabetes gestacional

Os médicos apontam que o motivo da menina ter nascido tão grande foi causada por uma diabetes gestacional que a mãe desenvolveu durante a gravidez. Por isso a necessidade de atenção especial à criança, que já nasceu com hipoglicemia e pode desenvolver problemas cardíacos.

As mães que têm diabetes gestacional dão à luz a crianças muito grandes, normalmente são bebês maiores que quatro quilos, e não tão grandes quanto a nossa Estefany que surpreendeu pelo peso que nasceu. Uma das prováveis causas da Estefany ter nascido tão grande foi a diabetes gestacional da mãe”, enfatizou a médica Olívia Mota.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: G1

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar