Como viajar com cachorro de avião? Regras e DICAS de precauções

Está com viagem marcada e vai levar seu cachorrinho? Anote as regras e evite imprevistos!

Como viajar com cachorro de avião? Regras e DICAS de precauções
Como viajar com cachorro de avião? Regras e DICAS de precauções

Com as férias e uns dias de folga chegando, nada melhor do que organizar uma viagem com os amigos ou com a família. Curtir um tempo  relaxando em uma praia enquanto admira um visual paradisíaco ou até mesmo aproveitar as noite badaladas de uma cidade grande.

Mas se você tem um cachorro e precisa levá-lo para essa viagem, o cuidado com questões burocráticas é dobrado e precisa que você esteja atento aos mínimos detalhes para que tudo saia na mais perfeita ordem.

Isso porque, viajar de avião com o seu cachorro requer toda uma documentação que é exigida pela companhia aérea e mais pesquisas da sua parte para ver qual oferece um melhor serviço desse tipo.

Te interessa?

Trouxemos para você uma lista de regras que precisam ser seguidas para que essa viagem aconteça sem maiores problemas e que garanta todo o conforto do seu melhor amigo.

Além disso, temos algumas dicas que podem te ajudar no planejamento dessa viagem. Então, já se prepara para anotar os mínimos detalhes para não se esquecer de nada depois.

Como viajar com cachorro de avião? Regras e DICAS de precauções
Como viajar com cachorro de avião? Regras e DICAS de precauções

Documentos para viajar de avião com o seu cachorro

Antes de qualquer coisa, você precisa saber que os cachorros poderem viajar eles precisam de certas documentações assim como nós. E como toda documentação que tem que ser emitida, tem um tempo para que isso aconteça desde a solicitação de envio.

Então se você já sabe a data que vai viajar a dica que te damos com relação a isso é agilizar o máximo possível a emissão da documentação para evitar possíveis atrasos e imprevistos.

Fique atento também ao prazo de solicitação no site do órgão emissão do documento.

Saiba que você precisa separar documentos diferentes dependendo do tipo do voo, se ele nacional ou internacional. Listamos para você quais são eles para ficar mais fácil.

VOOS BARATOS: compare e encontre os mais baratos para viajar

Voos nacionais:

  • Documento  a saúde do animal que deve ser emitido por um médico veterinário e tem uma validade de apenas 10 dias após a emissão;
  • A vacina antirrábica e você precisa apresentar seu comprovante, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da ampola utilizada. E existe um tempo de vacinação exigida. Ela tem que ter sido tomada entre 30 dias a um anos antes da viagem.

Voos internacionais:

Nesse caso, além do comprovante da vacina antirrábica e do atestado de saúde do seu cachorro, você vai precisar de outros dois documentos:

  • Certificado Zoosanitário Internacional – CZI: válido por 60 dias a partir da emissão.
  • Certificado Veterinário Internacional – CVI: válido por 60 dias a partir da emissão.

Para obter essa documentação é necessário que você vá ao Ministério da Agricultura.

>>> Aqui vai uma dica:

Se você já sabe o país de destino dessa viagem, se encaminhe até o consulado para tirar qualquer dúvida sobre a documentação necessária para o seu cachorro. Cada país tem uma exigência diferente e pode solicitar mais documentos além desses dois que te falamos.

Fique atento a isso quando for viajar com o seu cachorro

Quando toda a documentação do seu melhor amigo estiver certa, se inicia uma etapa crucial da viagem: decidir qual a melhor companhia aérea e qual fornece o melhor serviço e proteção para o seu cachorro.

E também pesquisar qual delas permite que o seu cachorro viaje na cabine ou no compartimento de carga (porão), de acordo com as especificações de cada companhia.

Tudo isso tem que ser bem pesquisado e todas as suas dúvidas têm que ser sanadas para evitar problemas futuros, como trocar o lugar de viagem do seu cachorrinho, por exemplo.

Saiba que a maioria das companhias aéreas tem um limite de número de cachorros por voo. Então, se está tudo certinho com a sua passagem, já entre em contato com a companhia para informar que você vai levar se amigo peludo.

O prazo é de mais ou menos 48 horas antes da data do voo, mas quanto antes você avisa, melhor.

O que fazer para viajar com cachorro na cabine?

Viajar na cabina parece ser algo complicado, mas na verdade não é. Só precisa ter algumas exigências atendidas para que o voo aconteça tranquilamente.

Um fator que dificulta, na maioria das vezes, a viagem de um cachorro na cabine é o fato de existirem outros passageiros que pode não gostar de cachorrinhos, e temos que respeitá-los, não é mesmo?

Como viajar com cachorro de avião? Regras e DICAS de precauções

Então, antes de mais nada, veja se o seu cachorro tem um perfil para viajar na cabine. Se ele foi muito agitado, gosta de latir, de brincar o tempo todo, talvez seja um indício que é que melhor ele viajar no compartimento de carga.

As luzes na cabine e o falatório dos passageiros podem agitá-lo ainda mais.

Pesquise sobre as exigências de cada companhia aérea

Algumas pedem que o cachorrinho + a caixa somem 5 kgs e em outras deve somar 10 kgs. E obviamente a caixa tem que ter medidas específicas que têm que ser atendidas.

Isso porque, se não se você sabe, mas em um voo na cabine, o seu cachorrinho tem que permanecer na caixa o tempo inteiro e ficar embaixo da poltrona.

Além disso, para viajar na cabine seu cachorrinho tem que está com a higiene em dia e tomado banho, para que essa viagem aconteça tranquilamente.

Quanto custa viajar para Portugal? Anote os documentos e os custos!

O que fazer para viajar no compartimento de carga

Caso o porte do seu cachorro seja maior e ele exceda o limite de peso para viajar na cabine, ele vai viajar no compartimento de carga. Mas calma, é muito tranquilo.

Nesse caso, você precisa ter alguns cuidados como deixar comida e água na caixinha. E saiba que caso aconteça algum atraso no voo, os funcionários da companhia se responsabilizam em fornecer comida e água para o seu cachorro.

A identificação!

Não se esqueça de identificar a caixa de transporte e a coleira com telefones, endereço e algumas informações básicas. São processos burocráticos, mas necessários para a segurança e conforto do seu cachorrinho.

>> Aqui vai uma dica: Se o seu cachorro é agitado e vai viajar no compartimento de carga, coloque na caixa dele uma roupa com o seu cheiro para ele se acalmar e ficar mais tranquilo.

Outra coisa, se ele não é acostumado a ficar preso na caixinha por muitas horas, dias antes do voo já vai acostumando ele para não ficar nervoso na hora do voo. E não se esqueça de colocar brinquedos para ele se distrair.

Leu tudo com bastante atenção?

De fato são processos um pouco chatinhos e que requer bastante atenção, mas estamos falando da segurança do seu cachorrinho e para isso, temos que buscar sempre o melhor.

Aqui, a regra de toda e qualquer viagem também é válida, se organize e planeje tudo com antecedência. Principalmente por ser algo mais burocrático e depender de órgão para a emissão dos documentos, por exemplo.

Agora é hora de pesquisar sobre tudo e ver qual a melhor opção para você e para o seu cachorrinho. Se divirtam muito nessa aventura e boa viagem!

Veja mais ›
Fechar