Criança emociona com pedido em carta: ‘meu sonho é ganhar uma carne’

É impossível não se sentir tocado.

Criança emociona com pedido em carta: 'meu sonho é ganhar uma carne'
Criança emociona com pedido em carta: 'meu sonho é ganhar uma carne'

No Rio Grande do Sul, carta para o Papai Noel escrita por menino de sete anos, expressa pedido comovente de Natal: comer carne com a família. A carta foi publicada em uma rede social e comoveu a todos. 

A época do Natal também é época dos sonhos. Crianças do mundo inteiro escrevem em um pedaço de papel um carta ao bom velhinho aquilo que eles mais desejam como recompensa por ter se comportado bem durante todo o ano. 

No país do futebol, é comum que o pedido mais recebido pelo velhinho do natal seja bolas de futebol. Todos os garotos almejam e sonham ser jogadores assim como o Neymar. 

Te interessa?

O Rio Grande do Sul é a terra do churrasco, um traço herdado dos alemães, um dos principais povos que colonizou aquela região. Mas ninguém jamais imaginou que uma carta de natal poderia vir com aquela comida tão apreciada como pedido de Natal.

Impossível não se emocionar

Mas foi exatamente isso que aconteceu na cidade de Arroio Grande. Devido à época do ano, Hector, de sete anos, foi incentivado pela professora a escrever uma carta ao papai Noel para pôr em prática essa sua nova habilidade recém aprendida. E ele escreveu:

Papai Noel, meu sonho é ganhar uma carne para passar com minha família. Tenho 7 anos. Muito obrigado, Papai Noel! Hector“.

Criança emociona com pedido em carta: 'meu sonho é ganhar uma carne'

A carta emocionante comoveu os professores e foi entregue à mãe, que não se conteve e compartilhou em suas redes sociais. O pequeno Hector mora com sua mãe, seu pai e três irmãos.

É de chorar, o coração não aguenta“, conta a mãe, Patrícia Froz de Braz, de 35 anos, ao lembrar do conteúdo da carta que recebeu da escola.

Ela conta que a família desde o início da pandemia vem passando por muitas dificuldades. A energia da casa já tinha sido cortada porque eles não tinham condições de pagar e a água estava prestes a ser cortada, mas eles receberam ajuda de vizinhos que pagaram a conta.

Patrícia e o filho Hector — Foto: Arquivo pessoal

Uma dura realidade 

Eu não posso trabalhar, porque tenho uma hérnia, então vivemos dos bicos que meu marido e minha filha fazem“, conta Patrícia, detalhando a complicada situação da família.

Segundo a mãe, como um bom gaúcho, o menino é apaixonado por churrasco, mas que devido as dificuldades financeiras e o aumento do preço do item, a última vez que a família consumiu carne foi exatamente a um ano atrás, no último natal.

Ele me perguntou se a gente teria churrasco no Natal, eu falei que era bem difícil. A gente compra ossinho de porco, pata de galinha, fígado, às vezes uma coxinha. No ano passado, ganhamos um pedaço de carne e assamos. Foi a última vez. É muito difícil“, diz.

A mãe tinha o objetivo de levar a carta a uma emissora de TV ou aos Correios, para pedir ajuda. Mas depois que publicou em suas redes sociais, passou a contar com a solidariedade dos internautas, que lhe conheciam pessoalmente ou até mesmo desconhecidos.

A família recebeu diversas doações. Foram cestas básicas, transferências bancárias e diversos novos amigos. As pessoas não só doaram, mas foram visitar a família para conhecer o pequeno Hector. Segundo a mãe, a carta agora vai virar moldura.

“Vou guardar. Marcou demais a vida da nossa família”, conta.


Fonte: G1

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar