Filha de catadores de recicláveis vence o bullying e vai representar a Tailândia no Miss Universo

A modelo também levou para casa um prêmio no valor de 27 mil dólares

publicidade

Chegar ao Miss Universo é o sonho de inúmeras modelos mundo afora. Quem pode comemorar essa façanha é a tailandesa Anna Sueangam-iam. Aos 23 anos, ela foi escolhida para representar o seu país na disputada competição. Filha de catadores de recicláveis, precisou vencer o bullying e o preconceito para chegar a esse posto.

Concorrendo com outras 29 participantes, Anna foi vítima de um jogo sujo por parte de algumas rivais. Tentavam desmerecê-la por sua origem simples. Mas, na verdade, a moça tinha muito orgulho dos pais que trabalham há décadas com recicláveis para que nada faltasse em casa e ela tivesse a oportunidade de estudar e se dedicar à carreira como modelo.

Anna, coroada a nova Miss Tailândia (imagem: Reprodução/ Instagram @annasnga_1o/Razões Para Acreditar)
publicidade

O apelido maldoso que tentaram colar em Anna foi “Miss Trash” (Miss Lixo, em tradução ao português), segundo o site Razões Para Acreditar. Felizmente, os jurados não se deixaram contaminar com esse preconceito e a escolheram como a representante da Tailândia.

Te interessa?

No seu discurso de vitória, Anna transmitiu uma linda mensagem de conscientização e de respeito às pessoas mais necessitadas. Transformou o ódio que recebeu em amor!

A paixão pelas passarelas não é de hoje. Desde cedo, Anna quis ser modelo e já tinha a meta de ser Miss Tailândia e concorrer ao posto de mulher mais bonita do mundo. A competição nacional, como você pode imaginar, não é fácil. Ela é composta por várias etapas que levam meses e, a princípio, Anna não era uma das favoritas. Ela só despontou no final da competição, com todo seu carisma, simpatia e história de vida.

Anna é filha de catadores recicláveis (imagem: Reprodução/ Instagram @annasnga_1o/Razões Para Acreditar)
publicidade

Prêmio em dinheiro

Além da coroa de Miss Tailândia, a modelo também levou para casa um prêmio no valor de 27 mil dólares, o equivalente a R$ 138 mil reais. A quantia, com certeza, vai ajudar muito na sua preparação até o Miss Universo – e até mesmo pode ajudar os seus pais!

A concorrência no Miss Universo (afinal, Anna vai disputar com mulheres de vários países do mundo), mas ela tem tudo para brilhar novamente! Nossa torcida para que o preconceito que aconteceu no Miss Tailândia não se repita e Anna tenha o respeito que merece!

Inclusive, contamos há poucos dias no Awebic outra história muito bacana de superação no mundo das passarelas. O jovem baiano Matheus Hava, de 25 anos, trabalhou de vendedor de acarajé e hoje é disputado por marcas como Dior, Calvin Klein e Lacoste.

publicidade

E, assim como a Anna da Tailândia, o Matheus não tem vergonha da sua origem humilde. “O trabalho como ambulante foi essencial para chegar até aqui, me tornar quem sou e lutar para conquistar os meus maiores sonhos“, disse.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quem sabe ele também não se torna o próximo Mister Brasil? Parabéns, Matheus, e muito sucesso!

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar