25 fotos SINISTRAS que só poderiam ser tiradas com drones
25 fotos SINISTRAS que só poderiam ser tiradas com drones

25 fotos SINISTRAS que só poderiam ser tiradas com drones

Veja algumas fotos curiosas de lugares tiradas por drones!

publicidade

Você sabia que o uso de drones em áreas urbanas, sem autorização, é proibido desde dezembro de 2015? 

Isso mesmo, as regras que proíbem a utilização de drones em áreas urbanas foram determinadas pelo DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), órgão subordinado à Aeronáutica.

A permissão para a utilização de drones em áreas urbanas e grandes concentrações de pessoas, deve ser requisitado. Com isso, para poder usar drones nessas áreas, o dono do drone dependerá de uma série de quesitos impostos pela Aeronáutica.

publicidade

Os drones, são veículos aéreos não tripulados controlados remotamente, podendo realizar diversos tipos de trabalho.

Como os drones vêm mudando o modo com os homens fazem guerras

Drone, que em português pode ser chamado de VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado) ou VARP (Veículo Aéreo Remotamente Pilotado). Os primeiros drones surgiram no século IX, o registro mais antigo desse veículos aéreos não tripulado são balões austríacos, que nada mais eram do que balões com explosivos.

Esses veículos aéreos foram usados pela Áustria para atacar Veneza, Itália, em 1849. Além disso, também existiram os famosos torpedos aéreos, controlados via rádio, durante a Segunda Guerra Mundial.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones
Drones na Segunda Guerra Mundial

Outros modelos dessa tecnologia foram sendo criados a melhorados ao longo da Guerra Fria, em especial aqueles para fins de reconhecimento de área.

publicidade

A década de 80 foi muito importante para o desenvolvimento desses veículos aéreos, sendo uma das primeiras vezes que uma versão moderna desses veículos foi à campo de batalha, em 1981, quando o exército da África do Sul usou drones de Israel em combates contra a Angola.

Uso de drones para fins militares voltou a ganhar destaque após os vazamentos do site WikiLeaks, que revelaram o uso clandestino por parte do exército dos Estados Unidos contra países como Iêmen, Paquistão e Afeganistão.

Apesar dos drones serem usados para fins militares, eles acabaram sendo melhorados para a sociedade civil. Atualmente, os drones são usados para monitoramento de fronteiras, auxílio em plantações, estradas, cinegrafia e fotografias.

E por falar em fotografia, algumas pessoas usaram seus drones para dar uma volta por locais onde o acesso civil é proibido.

Fotos sinistras que só poderiam ser tiradas com drones

A utilização dos drones vem revolucionando muito a área cinematográfica. Veja a seguir algumas fotos tiradas por drones de locais de acesso proibidos para civis. 

publicidade

1 – Pripyat (Ucrânia)

Veja a seguir o sistema antimísseis da cidade que se encontrava junto a Chernobyl, o Duga-3.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

2 – Cidade Proibida de Pequim (China)

Confira a imagem! Essa região pode ser visitada em determinados horários do dia, porém, é proibido sobrevoar a área. O responsável pelas imagens, Trey Ratcliff, foi expulso da China.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

3 – Cidade Proibida de Pequim (China)

Com o auxílio dessa imagem é possível visitar o palácio imperial e a sede do governo da China.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

4 – Homs (Síria)

Antes da guerra civil síria, que começou em 2011, na imagem era a maior cidade do país.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

5 – Aleppo (Síria)

A destruição dessa cidade foi registrada por aviões não tripulados. Preste atenção na imagem e veja o rastro deixado pela guerra.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

6 – Tar Heel (Estados Unidos)

A matança e os desperdícios são despejados em um lago artificial. Perceba na imagem que a sua coloração vermelha é por conta do sangue dos animais.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

7 – Debaltsevo (Ucrânia)

Veja na imagem o resultado dos conflitos entre as forças militares pró-russas e ucranianas.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

8 – Debaltsevo (Ucrânia)

Chamada também de Caldeira de Debaltsevo, essa aŕea que você está vendo na imagem é a área onde aconteceu uma batalha em fevereiro de 2015.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

9 – Área 51 (Estados Unidos)

A famosa área secreta do governo norte-americano onde se fazem experiências ou tratam alguns dos dados mais confidenciais dos Estados Unidos.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

10 – Área 51 (Estados Unidos)

Por ser um lugar muito isolado, e pelos trabalho realizados no local, é muito comum que o lugar seja associado a avistamento extraterrestre e experiências peculiares.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

11 – Fukushima (Japão)

Após um Tsunami, um sismo de magnitude nove, atingiu Okuma, outro desastre nuclear destruiu a central nuclear Fukushima.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

12 – Fukushima (Japão)

Os habitantes da região de Fukushima, no Japão, mais de 150 mil pessoas, foram obrigadas a deixar o local, tornando-a uma cidade fantasma.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

13 – Kazantyp (Crimeia)

Veja na imagem a central nuclear de Crimeia, é uma construção que foi interditada. A central começou a ser construída na década de 70, mas a instabilidade geológica do local obrigou os engenheiros a abandonarem o projeto.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

14 – Kazantyp (Crimeia)

Nessa região registrada na imagem era realizado o festival de música Kazantip. Em 2005, a região foi comprada para a iniciativa privada.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

15 – Pripyat (Ucrânia)

O drone registrou imagens de onde foi o palco do maior desastre nuclear da história da humanidade. Essa cidade foi contaminada depois da explosão na central de Chernobyl.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

16 – Spitsbergen (Noruega)

Área construída pelo governo da Noruega em 2007, esse bunker subterrâneo dentro da montanha da ilha, onde as temperaturas estão quase sempre entre três e quatro Celsius.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

17 – Spitsbergen (Noruega)

Veja na imagem onde são guardadas as mais variadas sementes do mundo, para o caso de um desastre nuclear ou a extinção devido a alterações climáticas.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

18 – Tesla (Rússia)

Confira na imagem uma invenção de Nikola Tesla, a bobina produz descargas elétricas a vários metros de distância.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

19 – Tesla (Rússia)

A babina registrada na imagem fica a quarenta quilômetros de Moscovo e é constantemente vigiada.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

20 – Cataratas de Tamul (México)

Essa imagem chegou a receber prêmios, de tão incrível.

Foto: Postandfly

21 – As cataratas do Niágara (Canadá, Estados Unidos)

Os fotógrafos apontam a capacidade dos aviões não tripulados , os drones, para alcançar aqueles lindos lugares aos quais.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

22 –  Piton de la Fournaise (Reunião)

Veja como é lindo e magnífico o vulcão Piton de la Fournaise, em Tampon. 

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

23 – Parque Nacional dos Arcos (Moab, Utah)

Veja na imagem um alpinista no Parque Nacional dos Arcos, em Moab (Utah).

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

24 – Deserto de Tatacoa (Colômbia)

Veja na imagem como é linda a imensidão do deserto de Tatacoa, na Colômbia.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

25 – Cegonhas (Polônia)

Olha que interessante uma família de cegonhas em uma torre elétrica registrado por um drone na Polônia.

fotos-sinistras-tiradas-por-drones

O que achou das imagens registrada pelos drone? Fantásticas, não é mesmo? Agora, nos diga, quais outros lugares você gostaria de ver imagens mas o acesso é proibido? Deixe nos comentários quais lugares te deixa curioso. Ficaremos felizes em saber!