Mulher se cura do HIV graças a tratamento inovador

Mais um avanço da ciência!

Mulher está curada do HIV após passar por tratamento inovador
Mulher está curada do HIV após passar por tratamento inovador
publicidade

Encontrar novas formas de combater o vírus HIV é uma das grandes lutas da ciência há anos. Uma doença terrível que já tirou a vida de mais de 35 milhões de pessoas, segundo o Médicos Sem Fronteiras. Outras 37,7 milhões de pessoas, de acordo com a Unaids, convivem atualmente com o vírus em vários lugares do mundo.

Enquanto os cientistas não chegam a uma vacina, boas notícias têm surgido. A mais nova é a de uma mulher de 64 anos, nos EUA, que se curou do HIV com um tratamento inovador. É o terceiro caso de cura do vírus registrado pela ciência.

O processo funcionou da seguinte maneira: a paciente recebeu transplantes de células-tronco para repor as células sanguíneas e imunológicas destruídas pela quimioterapia (além de HIV, ela também sofria de leucemia).

publicidade

Te interessa?

Nesse caso, os pesquisadores usaram também sangue do cordão umbilical de um doador recém-nascido contendo uma variante do gene que resiste ao HIV.

Essa variante, chamada CCR5Δ32, bloqueia a entrada do vírus nas células. Os testes comprovaram que, três meses após o transplante, o conjunto de células da mulher era totalmente derivado dessas células resistentes.

O HIV não foi mais detectado em seu organismo. Isso se repetiu até mesmo 14 meses depois de ela parar de se tratar com os medicamentos que usava antes. Quer mais notícia boa? A paciente também está livre da leucemia há mais de quatro anos!

A cada avanço da ciência, a esperança se renova (Imagem: Rodrigo Nunes – MS/ Reprodução CNN)Esses resultados incríveis foram apresentados na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas, em Denver, nos Estados Unidos.

publicidade
“Este é agora o terceiro relato de cura neste cenário, e o primeiro em uma mulher vivendo com HIV”, disse Sharon Lewin, presidente da Sociedade Internacional de AIDS, segundo a CNN.

Os outros dois casos de cura citados por Sharon também foram em pacientes com câncer que receberam transplantes de células-tronco CCR5Δ32.O que torna o tratamento inovador é o fato de terem sido usadas células do cordão umbilical. Uma descoberta que pode abrir muitos horizontes na ciência e indicar o caminho para a tão sonhada cura.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar