Pai e filho inspiram ao trabalhar juntos no SAMU salvando vidas: ‘nosso trabalho é doação’

A nobre missão de salvar vidas está em boas mãos

publicidade

É muito comum ver filhos que seguem os passos do pai na profissão. E isso fica ainda mais bonito quando a missão é salvar vidas! O Henrique não só segue a profissão do pai, mas trabalha junto com ele no SAMU de Jundiaí, no interior de São Paulo.

O seu Geraldo José Velozo, pai do Henrique, sempre inspirou o filho com seu amor e dedicação à profissão. Só que ele não imaginava que teria a honra de tê-lo como colega de trabalho.

“Quando eu completei sete anos de instituição teve um processo seletivo para rádio operador no Serviço de Atendimento a Pacientes Especiais e Crônicos (SAEC), onde também trabalhei por nove anos. Fiquei sabendo e contei ao meu filho que participou e passou, o que já me animou muito”, disse Geraldo, segundo o site Só Notícia Boa.

publicidade

Te interessa?

Tal pai, tal filho: uma dupla que se dedica a salvar vidas (imagem: divulgação/Só Notícia Boa)

Mas a influência não veio apenas do pai. A mãe do Henrique é enfermeira e a irmã também trabalha na área da saúde. E não é que o rapaz ainda se formou técnico em enfermagem? Dá para dizer, sem medo de errar, que salvar vidas está no DNA dessa família de heróis!

“Posteriormente, ele se interessou pela área, se formou técnico em enfermagem e eu mal pude acreditar que ele estava seguindo os meus passos. O primeiro dia que nos encontramos na viatura foi emocionante, eu não acreditava de tão feliz que estava. Foi uma sensação muito diferente e muito boa. Ainda estávamos processando a informação”, explicou Geraldo.

Relação de trabalho

Você pode até imaginar que trabalho em família é estressante, que a vida profissional e pessoal se misturam. Mas, no caso do Geraldo e do Henrique, a relação dos dois é ótima. Eles nunca discutiram e o fato de estarem trabalhando juntos fortaleceu a relação de pai e filho. Os dois chegam em casa sabendo que salvaram vidas e fizeram a diferença na vida do próximo.

publicidade

“Nesses momentos percebo o quão gratificante é a nossa profissão. Do outro lado sempre tem alguém precisando de ajuda, de socorro. Sou grato por poder ser esse herói para alguém e de compartilhar tudo isso com meu pai”, disse Henrique.

Legal saber também que o Geraldo aproveita o convívio no dia a dia do trabalho para ensinar valores ao seu filho: a ser uma pessoa honesta, boa com os outros e trabalhadora. Em suas próprias palavras, a profissão no SAMU é uma profissão de “doação”.

Parabéns a essa família incrível e que toda a cumplicidade, parceria e amor pelo trabalho estejam sempre presentes. A nobre missão de salvar vidas está em boas mãos!

publicidade

E você, também conhece algum pai e filho que trabalham juntos salvando vidas?

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: Só Notícia Boa

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar