Primos que perderam os braços em acidente conquistam medalhas no Mundial de Natação

Samuel e Tiago ainda vão dar muito o que falar!

A magia do esporte está em trazer grandes histórias de recomeços, de barreiras sendo quebradas e dificuldades sendo superadas. Foi isso que aconteceu com os primos Samuel e Tiago Oliveira.

Há sete anos, em um episódio muito triste, eles perderam os braços em um acidente com pipa. Na última quarta-feira, dia 15 de junho, eles comemoravam a conquista das medalhas de prata e bronze no Mundial de Natação Paralímpica.

Apelidado de Samuka, Samuel, de 16 anos, levou a prata na categoria 200m medley. Já seu primo Tiago, de 21 anos, ficou com o bronze no torneio disputado em Portugal. Quem os vê no pódio pode não imaginar tudo que eles passaram juntos.

Te interessa?

Os primos Samuca e Tiago, medalhistas de natação e motivo de orgulho para o Brasil (imagem: Guilherme Yoshida/CPB)

A dupla de primos é de Campinas, interior de São Paulo, e teve sua vida transformada drasticamente pelo choque que os dois levaram de fios de alta tensão. Eles estavam tentando tirar uma pipa que ficou presa na árvore e acabaram sofrendo esse acidente, que obrigou os médicos a amputarem os braços na altura dos ombros.

O começo na natação foi justamente como parte da reabilitação e, atualmente, treinam juntos no Praia Clube, em Uberlândia, Minas Gerais. A conquista das medalhas no Mundial foi muito celebrada pela família. Confira abaixo uma matéria especial da Globo sobre os atletas:

Reação da família

“É um sonho que a gente tinha de ver os dois no pódio juntos. Não imaginava que isso seria tão rápido, porque a gente sabe que para chegar no mundial e ser medalhista é difícil. Deus sabe de tudo e realizou esse sonho que eles também tinham. Até o pessoal da competição lá você via que estava torcendo para acontecer esse momento.”

Hoje, quando ele pegou a medalha a mãe dele quase teve um treco de emoção e as irmãs todas gritando. O treinador dele, Alexandre, me ligou na hora com ele por vídeo, os dois agarrados chorando muito.

É uma emoção pra gente ver o Tiago se tornar um medalhista mundial e ser o terceiro melhor do mundo”, disse o pai de Tiago, Jorge Ferreira, em entrevista ao Globo Esporte.

Foi a primeira medalha do Tiago e a quinta do Samuel no Mundial. Se continuarem nesse ritmo, os dois primos vão ainda mais longe no esporte e trarão muitas alegrias, medalhas e vitórias para o Brasil.

Já podemos nos preparar para vê-los brilhando em Paralimpíadas, Paranapan e outras competições. Nosso país tem tradição nessa categoria esportiva com o Daniel Dias (que se aposentou depois das Paralimpíadas de Tóquio) e estamos muito bem representados por Tiago e Samuel.

Parabéns pela conquista, meninos, e que esse brilho especial esteja sempre presente na trajetória de vocês!

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar