Professora doa rim para aluno em luta contra o câncer

Todo mundo tem uma professora que transborda amor e que jamais esquecerá dela!

Professora doa rim para aluno em luta contra o câncer
Professora doa rim para aluno em luta contra o câncer

Nada é mais confortante do que uma criança que poder apreciar momentos de sua infância após vencer batalhas que jamais poderia entender o porquê surgiram.

Isso aconteceu com o pequeno Gavin Sexton quando tinha apenas 3 aninhos. Ele chegou a ser diagnosticado com câncer renal. Depois disso, sua rotina acabou sendo modificada por completo.

Ainda muito novo, até precisou tirar um dos rins. Mas mesmo depois de tanta luta, o tumor acabou voltando com o passar do tempo, coisa que preocupou à todos.

Te interessa?

Quando precisou de um rim, seus pais fizeram de tudo para que esse pedido se espalhasse ao máximo e fosse encontrado um doador que aceitasse passar por esse ato de compaixão.

Para a alegria do menino, que agora está com 11 anos, uma das professoras que fazem parte do corpo docente de sua escolha atendeu o pedido com muito carinho.

Quando questionada sobre o que chegou a fazer, Anne Camino, que é administradora da escola do Gavin, disse algo lindo: “Se fossem meus filhos, eu gostaria que alguém se apresentasse”.

Professora doa rim para aluno em luta contra o câncer

Digno de uma pessoa que tem um bom coração, não concordam? Ter empatia o suficiente para conseguir se colocar no lugar do outro e poder ajudar da foma que melhor pode fazer, mesmo que seja um rim.

Gratidão que não se mede

Quando chegou a ficar sabendo que existia um doador, a alegria desse garotinho com certeza chegou em seu momento ápice, assim como qualquer outra pessoa.

Mas um detalhe em especial o deixou ainda mais animado para a cirurgia que estaria mudando a sua vida. E ninguém esperava por uma reação como esta!

O Gavin amou saber que a pessoa que estaria lhe doando um rim era uma pessoa dali, de pertinho e que conhecia bem. Ao invés de ser alguém que veio de longe e que jamais chegou a conhecer.

Como não se encantar com isso? Somente uma criança que tenha amor transbordando do seu peito para dizer algo tão sentimental e ao mesmo tempo tão acolhedor.

Uma mudança que fará toda a diferença

Antes de passar pela cirurgia, a rotina desse garotinho de apenas 11 anos era bem cansativa. Onde muitas vezes, ao invés de ir brincar ou ir à aula, precisava descansar porque o tratamento tinha lhe deixado exausto.

E no mês de fevereiro, em específico dia 22, Gavin e a professora Anne passaram pelo momento mais aguardado do garotinho, de sua família e claro, dela, uma mulher amável que se preocupou com o bem estar do aluno.

Agora, a rotina do Gavin pode ser reajustada da forma que gostaria e poderá aproveitar momentos que virão sem ser atacado pelo cansaço e necessidade de descanso.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar