Quanto custa ir para Disney? 5 dicas para planejar e economizar

Corre aqui e dá uma conferida em como planejar e economizar para a sua viagem rumo à Disney e quais são os principais gastos que você tem que ficar atento.

Quanto custa ir para Disney? 5 dicas para planejar e economizar
Quanto custa ir para Disney? 5 dicas para planejar e economizar

Quem não tem vontade de ir para um mundo encantado mais conhecido como Disney, não é? Onde tudo o que a gente ver desde pequeno nos desenhos e filmes se concretizam bem na nossa frente.

Um verdadeiro espetáculo de atrações dia após dia, com shows, parques de diversão, parques aquáticos, lojas, exposições dos nossos filmes favoritos e muito mais atividades que fica até difícil escolher um.

Planejar uma viagem para a Disney é algo que requer muita paciência e mínimos cuidados no planejamento. Principalmente agora, em pleno ano de 2021, com a maior alta do dólar em relação ao real.

Te interessa?

Se você está completamente perdido e não sabe por onde começar a se organizar para viajar para a Disney, calma vamos te ajudar e te explicar várias coisas.

Separamos ponto de extrema importância que você precisa saber e precisa começar a se planejar desde agora. E lembrando que todos os valores em real estão levando em consideração a conversão em 2021 de 1 dólar/R$5,30.

Quanto custa ir para Disney? 5 dicas para planejar e economizar
Quanto custa ir para Disney? 5 dicas para planejar e economizar

Então vem com a gente, leia com bastante calma e já pega papel e caneta para anotar tudo o que precisar.

Quanto custa uma viagem para a Disney?

1. Visto e passaporte

Logo de início, o primeiro passo que você tomar é se organizar em relação ao visto e ao passaporte. Afinal, sem eles, você não vai a lugar algum. Normalmente é uma parte bem chata porque é muito burocrática, mas acaba fluindo bem.

Para tirar seu passaporte, é bem simples. Basta entrar no site da Polícia Federal e agendar a entrega da documentação em um ponto presencial da sua cidade.

O agendamento só é permitido depois do pagamento da taxa de R$ 257,25. Fique atento porque os passaportes tem validade de 10 anos, então talvez o seu ainda esteja na validade e não precise renovar.

Com relação ao visto, que também tem validade de 10 anos, é um pouco mais burocrático porque todo o processo é com a Embaixada Americana. Por esse documento é pago um valor de USD 160,00 ou R$ 845,90.

É possível viajar gastando POUCO? Anote esse segredo e não perca dinheiro

2. Passagem

Na hora de comprar passagem, antecipação e planejamento são os segredos. Fique atento a possíveis ofertas que estão constantemente acontecendo nos grandes sites de pacote aéreos.

Saiba que o que influencia bastante os preços das passagens é a época do ano que você está indo e o número de escalas que vai fazer.

Na Disney, a alta temporada é nos meses de junho, julho, agosto, dezembro e janeiro. Então se você for nesses meses, saiba que vai pagar mais caro.

Os valores podem variar de aproximadamente R$ 3.100,00 para um voo de classe econômica, a R$10.500,00 para um voo de primeira classe.

3. Hospedagem

O que não falta em Orlando são opções de locais para se hospedar. Opções que vão desde o mais simples até o mais sofisticado. Aqui também vale a questão sobre a alta temporada. Nos meses de junho, julho, agosto, dezembro e janeiro você paga mais caro.

É tudo uma questão de procurar bem e ver o que está dentro do seu orçamento e cabe no seu bolso. Vale lembrar que o mais incrível da sua viagem está em aproveitar a cidade e todas as duas atrações. Então, que tal economizar um pouco na hospedagem?

A diária em um hotel de luxo custa em média R$2.900,00. Já em um hotel de 2 estrelas é em média R$ 600,00.

Essas são as melhores AGÊNCIAS de viagens para suas férias

4. Ingressos dos parques

São 6 parques para visitar na Disney e escolher qual(is) deles você vai querer conhecer é o primeiro passo. Pesquise roteiros e itinerários com calma. E se antecipe na pesquisa dos ingressos nos sites.

Saiba que existem pacotes que têm desconto e pode ser a melhor opção. Pacotes com ou sem estacionamento incluso, por exemplo, e que crianças têm desconto de 20% sob o valor do ingresso.

Por dia e por pessoa os ingressos variam entre R$450,00 a R$580,00. Além disso, caso você pegue um pacote com estacionamento incluso, tem o valor por dia, em média, R$ 130,00.

5. Alimentação

Assim como em relação a hospedagem, a alimentação na Disney é bem variada e tem muitas opções para todos os gostos. Desde os restaurantes mais sofisticados até os mais econômicos, mas ambos, com comidas muito boas.

Considerando que você fará três refeições por dia, um restaurante de luxo o gasto pode ser em torno de R$ 500,00. Já para as opções mais em conta, a valor é em torno de R$150,00 por dia.

6. Chip de celular e internet

Um detalhe que quase ninguém lembra, mas é de extrema importância, já que você vai está em outro país e seu plano de internet não funciona lá. Pense bem.

Está conhecendo uma cidade nova, ter a necessidade de se locomover, pesquisar mapas e locais específicos, você com certeza vai precisar de internet e não abra mão disso.

Os valores médios para os planos e coberturas variam em torno de R$160,00 podendo chegar até R$470,00

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Essas são algumas das principais coisas que você tem que se atentar quando estiver organizando sua viagem para Disney. E já deu pra ver que não é algo que dê para fazer várias vezes no ano, não é?

Mas claro, existe opções mais luxuosas, mas também as mais econômicas e que dá para aproveitar do mesmo jeito. Afinal, você estará na cidade mais deseja como destino por todos.

E para te ajudar ainda mais, separar para você 5 dicas para você planejar e economizar para essa sua viagem dos sonhos.

40 destinos ROMÂNTICOS para viajar a dois. Corre aqui, casal!

5 DICAS PARA PLANEJAR E ECONOMIZAR

1. Se organize com antecedência

Como você já sabe, para toda e qualquer viagem que você for fazer, deve haver um planejamento antecipado com relação a tudo. Passagem, hospedagem, passeio, transporte. E nesse caso, uma viagem para fora do país, não vai ser diferente.

2. Se for o caso, faça conexões para baratear o preço da passagem

Uma opção simples, principalmente, se você for viajar em época de alta temporada. Pesquise antes e com calma.

3. Prefira hospedagens mais simples

Lembre-se que você está indo para aproveitar a cidade e todas as suas atrações e se hospedar em hotéis luxuosos acaba mão valendo tanto a pena.

Mas claro, procure por lugares mais simples mas que forneçam o mínimo de conforto e segurança, isso é de extrema importância.

 

4. Prefira viajar em época de baixa temporada

Isso não é novidade, mas vale a pena sempre está lembrando. Em baixa temporada tudo vai está mais em conta e você acabar economizando de uma forma considerável.

 

Além disso, você poderá aproveitar mais os parques e as atrações porque terá menos gente. Já pensou nisso?

5. Fique atento (a) às ofertas e pacotes de viagem nos sites

Aproveitar essas ofertas é uma grande oportunidade de economizar bastante. São ofertas relâmpago que só quem aproveita é quem está realmente acompanhando. Então, se você já sabe quando vai viajar, comece a pesquisar muito e se atente a isso.

Anotou tudo direitinho? São muitas informações e coisas para se preocupar, mas esperamos que a gente tenha de ajudado a organizar um pouco da sua viagem para essa cidade mágica.

***

Agora é começar as pesquisar por tudo e se divertir bastante nessa experiência única. Boa viagem!

Veja mais ›
Fechar