Síndrome do Impostor: saiba como isso pode te DESTRUIR (e como sair dessa)
Síndrome do Impostor: saiba como isso pode te DESTRUIR (e como sair dessa)

Síndrome do Impostor: saiba como isso pode te destruir!

Saiba como superar a síndrome do impostor e ter uma vida mais saudável consigo mesmo!

publicidade

Você sabe o quanto a síndrome do impostor pode afetar sua vida particular e profissional? 

Quando você recebe um elogio sobre um trabalho bem feito, você responde imediatamente com um: “não foi nada”? 

Ou você acredita que não era nada de mais e pensa que alguém poderia ter feito melhor do que você? 

publicidade

Se a sua resposta foi positiva para essas perguntas, então tome cuidado, pois isso pode ser um indício de síndrome do impostor.

O que é Síndrome do Impostor?

Se você sente que o que faz não é bom o suficiente, pode ter a certa que você sofre da Síndrome do Impostor. 

Esse termo psicológico “Síndrome do Impostor” descreve um padrão de comportamento no qual a pessoa duvida de suas realizações e tem medo de se expor como uma fraude ou incompetente. 

Por isso, hoje, nos deparamos frequentemente com profissionais que passaram por situações semelhantes às descritas acima e que têm uma baixa autoconfiança nas tarefas que realizam. 

publicidade

síndrome-do-impostor

Além disso, podemos descobrir com isso que não importa o nível ou cargo em qual a pessoa ocupa, qualquer pessoa pode experimentar esse sentimento de incapacidade. 

Geralmente, essas pessoas que sofrem dessa síndrome do impostor tendem a chamar o sucesso de sorte ou apenas de um bom momento, assim, descartando suas vitórias. 

Assim, acreditam que as outras pessoas são melhores, mais competentes ou mais inteligentes do que eles. 

Como identificar se você tem Síndrome do Impostor?

Se você está prestes a fazer uma apresentação de trabalho e acha que todos vão perceber o seu nervosismo e desespero por ter que realizar a apresentação, fique atento, você pode ter a síndrome do impostor. 

publicidade

Veja outro exemplo. Finalmente chegou a sua sonhada promoção e seu “eu” interior diz que as outras pessoas devem ter poucos candidatos, ou que você realmente não é merecedor da promoção. 

Por isso, quem sofre da síndrome, nessa situação, estará convencido de que não vai corresponder às expectativas do novo cargo.

Além disso, essas pessoas com essa síndrome são perfeccionistas e têm um enorme medo do fracasso, assim bloqueando constantemente suas próprias conquistas.

Como superar a síndrome do impostor?

Veja a seguir algumas dicas de como você pode proceder para superar esse medo e insegurança causado pela síndrome do impostor. 

síndrome-do-impostor

1 – Busque ajuda especializada

É muito importante que você busque ajuda de um psicólogo ou de um grupo para expressar os sentimentos, pois você descobrirá que não está sozinho nessa luta. 

E não se preocupe, a síndrome do impostor é mais comum do que você pensa. 

2 – Tenha autocontrole

Você pode criar um discurso único e confortável para si. É essencial saber o que diz quando alguém te pergunta o que você faz.

3 – Aceite que você não é perfeito

Essa síndrome acontece quando a pessoa subestimar o quão bom é realmente, por isso permita-se continuar fazendo e aceite que todos nós somos vulneráveis e falhos, não importa a idade ou o cargo que exerce. 

4 – Comemore suas conquistas

Faça uma lista de suas realizações, sucessos e habilidades, independentemente se é  grande ou pequeno. Com isso, você provará que tem valor para compartilhar com o mundo

5 – Permita-se ser avaliado pelo seu trabalho

Para isso, você pode construir um sistema de forte apoio com as pessoas quer mais respeito, como colegas de trabalho, os familiares ou amigos. 

Peça um feedback e veja se seus esforços e resultados são bem vistos pelos outros. 

síndrome-do-impostor

Além dessas cinco dicas acima para superar a síndrome do impostor, é interessante também que você documente as conquistas. 

Com isso, você conseguirá identificar algum problema ou situação que exija maior tomada de decisão ou ação, assim observando as consequências positivas disso. 

Por isso, se você é um líder, converse com sua equipe, os questionando sobre as suas principais realizações nas questões do dia a dia no trabalho. 

Fazendo isso, você conseguirá identificar os resultados de suas ações, como:

  • Simplificação de processos;
  • Melhorias de lucro;
  • Redução de custos; 
  • Gerenciamento de riscos;
  • Benefícios percebidos. 

Certifique-se também que incluir essas conquistas em seu portfólio como um lembrete do valor que você traz para sua profissão. 

O que fazer para minimizar a Síndrome do Impostor no trabalho?

Veja a seguir o que você pode fazer no dia a dia no seu trabalho para minimizar a síndrome do impostor. 

1 – Tenha um mentor

Ponha uma coisa na cabeça: sozinho, ninguém chega em lugar algum. Por isso, um mentor pode estar inserido dentro da empresa que trabalha ou fora dela. 

Esses mentores serão os que levantarão você quando não tiver certeza do que fazer em seguida. 

síndrome-do-impostor

2 – Reconheça suas realizações

Como dito anteriormente, escreva suas conquistas e torne-as tangíveis. Reconheça também seus resultados intangíveis, assim você terá um bom controle do seu progresso e não se preocupar tanto se está errando ou acertando. 

3 – Cuide-se

Tenha uma boa alimentação, durma bem todos os dias e tenha uma boa saúde por meio de exercícios físicos diários. Assim, você pode usar essas informações positivas para reconhecer seus pontos fortes. 

4 – Identifique suas preferências

Saiba identificar suas preferências e decida o que você vai fazer para mudar o que pode ser mudado no seu ambiente de trabalho. 

5 – Avalie seus conhecimentos e habilidades

Tenha em mente que o mundo do trabalho está mudando e, para que você não fique para trás, você precisa manter suas habilidades sempre atualizadas, assim você não sofrerá tanto com a síndrome do impostor. 

síndrome-do-impostor

Gostou de saber o que realmente é a síndrome do impostor e como superá-la? Esperamos que sim.

Essas dicas te ajudarão a identificar quando seus conflitos internos começam a complicar sua confiança, fazendo assim com que a terrível síndrome retome a sua mente novamente. Por isso, tome cuidado!