Tom e Jerry existem! Gato e rato são vistos brincando no meio da rua e vídeo fofo viraliza

A explicação para isso vai te surpreender

publicidade

Tom e Jerry tem um lugar especial na infância de muitas pessoas. Quem nunca se divertiu com a eterna rivalidade entre o gato e o rato? Eis que um morador de Palmas (TO) flagrou uma cena inusitada na rua da cidade que parece ter saído desse desenho animado.

Ao contrário de tentar comer o roedor, o gato estava brincando com ele de maneira amistosa – é como se Tom e Jerry tivessem feito as pazes e se tornado melhores amigos!

publicidade

Te interessa?

Os dois estavam na calçada de uma escola, correram pela rua e foram para debaixo de um carro, onde a brincadeira deve ter continuado. Um momento como esse não poderia passar despercebido e, felizmente, a cena foi gravada para podermos ver e rever quantas vezes forem necessárias.

Mas o que será que explica essa amizade improvável? O motivo é mais impressionante ainda. De acordo com o biólogo Aluísio Vasconcelos, entrevistado pelo g1, o fato do rato não fugir do gato pode ter a ver com, acredite, uma doença parasitária!

“Existem vários estudos que mostram que o comportamento dos ratos altera quando eles estão parasitados, com algum processo patológico neles. Eles perdem a sensibilidade, a capacidade de sentir o cheiro e até ter medo dos predadores, como é o caso dos gatos, e tornam-se alvos fáceis, que é o que acontece no vídeo.”

O Brasil tem seu próprio Tom e Jerry (imagem: divulgação/g1)
publicidade

Brincadeira entre predador e presa tem uma explicação

Nesse caso, o rato pode considerar-se sortudo já que o gato não se aproveitou da situação para fazer dele sua refeição do dia. Mas sabia que existe uma explicação até para isso?

Segundo o biólogo, não é sempre que gatos comem ratos, ainda mais se o roedor estiver doente. Isso porque os felinos têm a capacidade de perceber que algo não está bom na presa e evitam comer. É uma forma de proteção natural contra doenças e parasitas.

“Os gatos carregam o instinto de caçador da natureza dele. Quando ele pega uma presa, não está brincando, está aproveitando o instinto e joga esse rato para lá e para cá. Como alimentamos eles, não precisam mais caçar para se alimentar. Mas eles gostam de caçar, por isso têm hábitos mais noturnos”, disse a médica veterinária Ana Paula Lima.

publicidade

Inclusive, aí vai uma dica importante para quem tem gato em casa: compre brinquedos e deixe-o pegar para que ele exercite sua condição natural de predador. Assim, o felino satisfaz esse sentimento instintivo de pegar uma possível presa e ainda garante cenas divertidas.

Será que, depois dessa brincadeira na rua, o Tom e o Jerry do vídeo vão viver novas aventuras? Se for o caso, tomara que a próxima brincadeira também seja gravada!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: g1

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar