Visita de corujinha à família revela algo doce sobre marido falecido da vovó de 98 anos

Um amor para além dessa vida!

publicidade

Quando se trata de espiritualidade e crenças, você se considera uma pessoa mais racional ou que acredita em destino, uma força superior e sinais do universo? Se você pende mais para o lado sensitivo e espiritual, então vai ficar arrepiado com essa história pra lá de fofa!

Em fevereiro de 2020, Ranna, uma senhora de 98 anos do estado do Arizona, nos Estados Unidos, perdeu o amor da sua vida, com quem foi casada por quase 70 anos.

Assim como qualquer luto, o período não foi fácil para a família. Porém, exatamente dois anos após a cerimônia memorial de seu amado companheiro, a senhora recebeu uma visita inesperada: uma coruja tagarela e muito simpática.

publicidade

Te interessa?

Como se conhecesse Ranna há anos, o animal visita a vovó quase todos os dias e fica horas sentada em sua varanda. Ele ainda tenta pular em seu colo e “conversar” de volta com a senhora, que responde o bichinho como se fossem amigos.

A neta, Shai Ward, filmou uma das visitas da corujinha na casa da avó. Empoleirada, a ave parece calma e atenta ao que Shai fala. “Vejam só o visitante semanal da minha avó. Esse carinha apenas aparece aqui e passa um tempinho com ela, de vez em sempre. Nós achamos que é o nosso avô, por que não? Ele fala bastante, mas não comigo, apenas com a minha avó”, explica.

Porém a viúva não acredita tanto assim que o visitante seja um sinal além vida do seu falecido marido, Bob. Ao contrário do resto da família, que tem certeza de que Bob está de olho em seu amor.

publicidade

Meus avós eram melhores amigos, que se respeitavam profundamente. Você conseguia sentir o amor ao redor deles”, diz Shai.

UM AMOR ETERNO 

De acordo com a neta, Ranna é a pessoa de alma mais doce que ela conhece. Uma católica devota, a senhora tudo o que sua vida se tornou ao poder superior. “Sua ousadia e inteligência mostram que 98 é apenas um número… e o relacionamento dela e do meu avô foi tão bom que toda a nossa família os valorizou demais!”, finalizou.

Sendo o marido falecido de Ranna ou não, a corujinha parece ser uma ótima visita para a vovó. Afinal de contas, quando um amor é de verdade, ele é para todas as vidas possíveis!

publicidade

E por falar em histórias de amor, recentemente saiu aqui no Awebic uma matéria linda sobre um casal de ex-namorados que se reencontraram após 55 anos e agora vivem o amor atrasado. Os dois se conheceram em 1958, na Suécia, mas quis o destino que eles não ficassem juntos na época.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Depois de casamentos diferentes, filhos e netos, a Mary Porto recebeu uma carta Raymond Widmer, dizendo que nunca tinha esquecido do amor de juventude. O resto da história você relembra aqui!

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar