Aos 48 anos e após 18 abortos espontâneos, mulher dá à luz

Uma história que é impossível não se emocionar!

Aos 48 anos e após 18 abortos espontâneos, mulher dá à luz
Aos 48 anos e após 18 abortos espontâneos, mulher dá à luz

Essa é uma daquelas histórias emocionantes que nos deixam não só cheios de esperança, mas também com uma felicidade absurda em saber sobre esse sonho realizado.

Louise Warneford, de 49 anos, da Inglaterra, passou 16 tentando engravidar. O sonho de ser mãe era algo que parecia estar cada vez mais distante de se tornar realidade.

Nesse meio tempo, ao lado do marido, o Mark, de 59 anos, já haviam tentado várias formas indicadas por médicos para sustentar a gravidez até o necessário para a gestação de um menino saudável.

De acordo com Louise, ela chegou a sofrer 18 abordos espontâneos e nunca tirou uma fotografia quando estava com a barriga grande, por medo de ter lembranças que doessem ainda mais seu coração.

“Nunca tirei fotos quando estava grávida porque presumi que perderia o bebê e não queria aquela lembrança triste. Cada perda me deixou arrasada. Todas as minhas esperanças, todos os meus sonhos… meu mundo inteiro desmoronava. Nunca foi fácil”, disse ela.

Na última tentativa, ela e o Mark resolveram usar um embrião de doador, como já haviam feito várias vezes anteriormente. Só que dessa vez, algo especial finalmente estava por vir.

Aos 48 anos e após 18 abortos espontâneos, mulher dá à luz
Aos 48 anos e após 18 abortos espontâneos, mulher dá à luz

Um momento que toca o mais profundo sentimento nosso

Ainda que estivessem com a idade avançando, o sonho de ter um filho era algo que não poderia sair do casal. Jamais poderemos medir o tamanho dessa batalha, mas para eles, sabemos que foi a coisa mais linda que aconteceu.

Foram muitos procedimentos médicos, muitas cautelas em relação ao que fazer ou ao que tomar. Sempre acompanhada pelo Dr. Hassan Shehata, um obstetra da Inglaterra, a mamãe até falou em livros sobre a possível causa dos seus abortos.

Com uma combinação de esteroides, aspirina infantil e anticoagulantes, a gestação está sendo um sucesso quando o casal conseguiu contar mais de 14 semanas e se perdurou até a 37.

Aos 48 anos e após 18 abortos espontâneos, mulher dá à luz

Agora, com 53 anos, Louise se recorda do momento em que pode pegar o pequeno William pela primeira vez como se fosse um momento surreal e claro, nos arranca lágrimas ao contar:

“Quando William foi colocado em meus braços, senti como se tivesse ganhado na loteria. Fiquei absolutamente eufórico. Todos os médicos e enfermeiras choravam porque conheciam a minha história ”.

Para eles, a história de luta do casal sempre precisa ser espalhada, pois sentem o desejo de espalhar a mesma esperança que eles sentiram durante os anos. Uma inspiração de família!

Fonte: Today