Aos 85 anos, Dona Naná é a aluna mais idosa da rede estadual do Brasil. Confira essa história linda e pra lá de inspiradora!

Sonhos não envelhecem!

publicidade

A vida me disse muitos nãos. Muita coisa que eu queria realizar não consegui. Mas realizei o sonho de voltar a estudar para ser professora”. Aos 85 anos, Ignácia de Carvalho do Carmo, a ou dona Naná, como é carinhosamente conhecida, é a prova de que nunca é tarde para correr atrás das coisas que mais se deseja.

Uma aluna aplicada e sempre muito bem arrumada, ela está matriculada no 1º ano do curso de formação de professores do Colégio Estadual Clodomiro Vasconcelos e é a aluna mais idosa da rede estadual de ensino. A vontade de estudar era algo que ela queria desde criança, mas a vida dura na roça a impediu de realizar esse sonho.

Filha de lavradores, Ignácia ganhou uma enxada de presente do pai quando tinha 8 anos e só frequentou escola durante um ano, na infância. Ainda adolescente, aos 17, veio o casamento que durou mais de meio século. Somete após 16 anos após a morte do marido, que a senhora voltou a estudar.

publicidade

Te interessa?

Meu pai não incentivava os filhos a estudarem, queria que a gente trabalhasse. Mas era meu sonho estudar e desde pequena já dizia que queria ser professora. Não pensava em outra coisa”, afirmou dona Naná que também nunca recebeu o incentivo do esposo.

Dona Naná nos corredores da escola em que estuda.
Créditos: divulgação

Agora, uma aluna oficial da rede estadual, ela veste o seu uniforme com o maior orgulho – uma blusa branca, saia plissada e meias 3/4 – afinal, quando era criança não tinha condições de ter uma veste adequada, já que a sua família era muito pobre.

Não queria fazer feio né? Minha família não tinha condições de comprar uniforme, então o jeito era faltar a aula às quintas. Eu usava um sapato com solado de cordas. Como iria me apresentar sem os sapatos?”, explica dona Nana sobe as temidas quinta-feiras, dia em que a direção fazia a conferência do uniforme.

publicidade

UM EXEMPLO DE ALUNA

Tanta doçura e dedicação encantam os colegas de turma, que têm entre 14 e 17 anos. De acordo com Maria Eduarda Espinheira, a amiga está sempre muito linda e com o cabelo feito. “Até nos dias frios ela vem toda arrumadinha, mesmo quando não dá para usar saia ela coloca calça do uniforme, sapatilha e vem impecável”, afirma a adolescente de 15 anos.

A diretora do colégio, Wania do Santos Dumont é só elogios e diz que está muito feliz por contribuir para a realização do sonho de dona Naná

A estudante fez amizade com as colegas de sala que são só elogios!
Créditos: Philippe Lima
publicidade

No início ficamos preocupadas dela não ser muito bem recebida pelas outras alunas. Mas não houve conflito de idade, ela aqui é respeitada demais e muito querida. Já sonhamos com a formatura da turma. Imagina, vai ser um espetáculo!”, se anima.

Com o coração pulando de alegria, a senhora afirma que está vivento o melhor momento de sua vida! Mesmo sem saber se vai conseguir dar aula quando se formar daqui a dois anos, ela fica feliz de ter chegado onde chegou. “Só de vestir o uniforme já me sinto realizada”, finalizou.

Que coisa mais linda! Toda felicidade e sorte do mundo para você, dona Naná. Sem dúvidas, você é uma grande inspiração!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: Extra.

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar