“O Pequeno Príncipe Careca”: escritor faz releitura do clássico da literatura para conscientizar sobre câncer infantil

O livro chega às livrarias do Brasil e de Portugal pela Flamingo Edições

publicidade

Escrito por Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe tornou-se um clássico da literatura amado por diferentes gerações. Ganhou adaptações para o cinema e o teatro e agora ganha uma releitura muito bacana. Intitulada de O Pequeno Princípe Careca, a obra é parte de uma campanha de luta contra o câncer infanto-juvenil.

De autoria do escritor e cartunista Arisson Tavares, a obra mostra o personagem principal sem cabelo, fazendo quimioterapia. É uma forma de quebrar preconceitos, trazer representatividade para as crianças que enfrentam a doença e conscientizar sobre a importância do tratamento (muitas pessoas ainda veem a quimioterapia como um tabu).

publicidade

Te interessa?

O livro chega às livrarias do Brasil e de Portugal pela Flamingo Edições. “É o meu quarto livro publicado, mas a emoção é sempre a mesma. Neste, em especial, foi marcante por envolver uma causa tão forte. Como pai, meu desejo é que essa obra toque corações, sensibilize e conforte, assim como a obra original fez comigo”, disse Arisson Tavares ao site Só Notícia Boa.

O autor teve o cuidado de manter a essência da obra original ao mesmo tempo em que a adaptou à mensagem que queria passar, trazendo uma leitura mais leve, dinâmica e que dialogue com todos. O cenário também sofreu uma mudança que deve agradar o público brasileiro: a história é ambientada entre Brasília e Goiânia, evocando o cerrado da região.

O rei, agora, é um político. O piloto, um médico com o carro quebrado. Já o bêbado tornou-se viciado por celular, como forma de contextualizar melhor com o mundo atual.

“Começou com uma ilustração para um cartaz da Abrace e quando percebemos já era uma história com início, meio e fim, contada em 30 capítulos diariamente nas redes sociais. Foi uma experiência intensa, mas incrível e cautelosa”, disse Arisson.

publicidade
Arisson Tavares é o autor de O Pequeno Príncipe Careca (imagem: Lindaura Marques/Reprodução/Correio Braziliense)

Distribuição e lançamento

Com apoio do Instituto Sabin, os primeiros exemplares do livro foram distribuídos a parentes de familiares com câncer em cuidados paliativos, além de escolas públicas rurais, bibliotecas e projetos sociais. Uma forma de fazer com que O Pequeno Princípe Careca chegue a essas pessoas e toque o coração delas. Que sirva como uma inspiração para aqueles que estão na luta contra essa doença.

De acordo com o autor, o livro deve estar disponível em livrarias como Travessa, Saraiva, Cultura, Leitura e Fnac nos próximos dias. Será feito ainda um lançamento oficial na Bienal de Brasília, entre os dias 21 e 30 de outubro.

publicidade

Você encontra mais informações sobre O Pequeno Príncipe Careca neste site.

É uma iniciativa admirável que precisa alcançar o maior número possível de leitores! Um grande instrumento de conscientização contra o câncer. Parabéns ao Arisson e que logo a gente possa ver essa história também no cinema – por que não?

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: Só Notícia Boa 

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar