Após escritório fechar, advogada cria negócio em casa e emprega 13 parentes
Após escritório fechar, advogada cria negócio em casa e emprega 13 parentes

Após escritório fechar, advogada cria negócio em casa e emprega 13 parentes

Quando os planos se tornam sonho e sua busca se torna realidade!

publicidade

Nós sabemos bem que a realidade da pandemia acabou sendo bastante pesado para muitas pessoas. Vindo tudo isso sem esperarmos, muitos sonhos e negócios acabaram sendo derrubados por cauda da quarentena.

E isso acabou acontecendo também na vida da advogada Lisandra Barreto, que depois de quase 3 anos trabalhando em um escritório de advogacia, precisou procurar uma outra forma de conseguir sustentar a todos de sua família.

Nos primeiros meses de pandemia, as coisas começaram a ficar um pouco apertada para a advogada. O escritório que mantinha ao lado de dois primos estava com um baixo movimento e as despesas começaram a aparecer, sem movimento, tudo chegou a complicar.

publicidade

Sem escolha, Lisandra acabou fechando as portas do seu escritório. Devolvendo o local do seu escritório, passou a pensar em uma nova fase de sua vida. 

Ao lado do seu esposo, sempre sonhavam em ter algo que pudessem dizer que era deles. E para isso era preciso começar a planejar e empreender. Foi nesse momento que os dois começaram a pensar em tudo.

A ideia de vender açaí veio à tona para eles. Por que não começar tudo por esse caminho? Sem demora, as coisas começaram a dar certo e tudo começou a se tornar um rumo bem lucrativo.

Ao avançar em seu negócio, a advogada começou a inovar no que poderia ser oferecido como novidade para os seus possíveis clientes. Foi quando a grande ideia das taças de doces acabou surgindo E não é que tudo começou a dar bem mais que certo?

publicidade

“Geralmente onde tem essas taças os preços são muito elevados. Então eu queria trazer para outra parte da população que não tinha muito acesso a isso”, declara Lisandra sobre a novidade que criou.

 O grande sucesso de sua criação

Conseguindo montar um lugar incrível na Zona Norte do Recife, no estado de Pernambuco, seu grande diferencial começou a atrair e conquistar fiéis clientes para seu negócio.

Cheia de inspiração, contou ainda de onde veio suas habilidades: “Minha família sempre foi de fazer doces e eu, desde então, fui aprendendo com eles. Herdei esse dom”.

Lisandra teve tanto sucesso com suas crianções, que rapidamente precisou ter ajuda para poder suprir toda a demanda que o seu negócio estava pedindo.

publicidade

Sem pensar duas vezes, aproveitou a oportunidade para empregar grande parte de sua família, o que acabou sendo uma via de mão dupla para todos, não é mesmo?

Começando com poucas pessoas, hoje são cerca de 13 da família que já estão inseridos nessas batalhas diárias. E disse mais: 

“Começamos como três sonhadores que ninguém acreditava e acabou se transformando em 13 pessoas da família que a gente está ajudando”.

E depois de muitas batalhas, a advogada só revela que não poderia ser mais grata a Deus por tudo o que está acontecendo com ela e com sua família. Todos conseguiram driblar a dificuldade!

Fonte: G1