Bombeiro encontra mãe biológica após 8 anos de procura

Que emoção!

Bombeiro encontra mãe biológica após 8 anos de procura
Bombeiro encontra mãe biológica após 8 anos de procura

Nada é mais emocionante do que conseguir encontrar nossas raízes e saber que somos amados mesmo distantes, não é mesmo? Dessa vez, depois de tanto tempo, um bombeiro de São Paulo teve mais uma certeza assim. 

Ainda em 2013, o bombeiro Diego Freitas Barbosa, de 33 anos, descobriu que quando era muito pequeno, havia sido criado por outra família e que era um garotinho adotado. 

Com poucas informações sobre quem era a sua mãe biológica, tomou esse conhecimento como uma meta para descobrir quem ela era e porque viveu separado dela por tanto tempo.

Descobrindo que ela era de Cuiabá, decidiu viajar até a cidade que fica no estado do Mato Grosso e encontrar pistas sobre a mulher que lhe tinha gerado.

Para a sua surpresa, as poucas informações que tinham, acabaram lhe levando até uma irmã, que com gentileza lhe falou sobre quem era a sua mãe, lhe presenteou com uma foto e onde poderia encontrá-la.

Bombeiro encontra mãe biológica após 8 anos de procura
Bombeiro encontra mãe biológica após 8 anos de procura

“Minha irmã estava morando próximo da minha mãe, foi quando eu tive a coragem de falar com ela, pois é um assunto muito delicado. Imagina eu chegar para uma pessoa e falar que sou irmão dela? Ela não sabia quem eu era, mas, no final, deu tudo certo”, lembra ele.

Um momento de fortes emoções

No meio das procuras, acabou encontrando um rapaz que confessou que as histórias passadas não eram muito boas, mas que só de olhar para ele, sabia de quem ele era filho.

Recebendo ajuda, Diego conseguiu conhecer sua amada mãe, a Débora Gonçalves da Silva, depois de oito anos juntando informações sobre o seu paradeiro.

Bombeiro encontra mãe biológica após 8 anos de procura

Emocionado, queria saber mais sobre a sua história e como eles haviam se separado assim, vivendo durante tanto tempo em lugares tão distantes. E disse mais:

“Eu sabia que um dia encontraria ela. Eu disse para a minha irmã que iria esclarecer com a minha mãe tudo o que ficou para atrás. Foi muita emoção. A alegria tomou conta daquele momento”.

Quando finalmente soube o que aconteceu, Débora o emocionou ao dizer que ele não havia sido abandonado por ela, mas que foi praticamente tomado por uma família para quem sua mãe trabalhava como doméstica.

Sem querer se recordar das dores passadas, Diego confessou que, junto com todos os envolvidos, o que importava agora não eram as lembranças ruins, mas sim o momento adiante que teriam juntos e o amor que ele passará a sentir com sua mãe.

Fonte: G1