Drone salva vida de idoso entregando aparelho médico em minutos

Em menos de dois minutos o suporte chegou!

Drone salva vida de idoso entregando aparelho médico em minutos
Drone salva vida de idoso entregando aparelho médico em minutos

Pode até parecer uma história que foi tirada de filmes, mas foi uma realidade que aconteceu ainda no ano passado e que vem trazendo muita esperança para os envolvidos no projeto.

Um idoso de 71 anos, que mora em Trollhatanm, na Suécia, estava em um momento de rotina na frente de sua casa removendo neve, até não se sentir muito bem e começar a ter tonturas.

Em um golpe de sorte, havia um médico que estava a passar por perto e se dispôs a lhe prestar ajuda. O idoso havia sofrido uma parada cardíaca e precisaria de suporte urgente.

Te interessa?

Mustafa Ali, médico que passava por perto, logo começou a fazer massagem cardíaca e sua esposa rapidamente pegou o celular para ligar para emergência e chamar uma ambulância para fazer o socorro.

Nesse meio tempo, um drone paramédico que faz parte de um projeto sueco da Everdrone’s Emergency Medical Aerial Delivery (EMADE) entrou em ação e agiu em questão de minutos.

O projeto que já estava em fase de teste há um tempo usou um dos drones que já havia sido testado e o mandaram para enviar um desfibrilador até onde o Ali estava com o idoso.

Sem haver necessidade de pouso e com o auxilio de um cabo de aço, o aparelho foi entregue em menos de 2 minutos, um tempo impossível de ser batido por uma ambulância ou outros paramédicos.

Drone salva vida de idoso entregando aparelho médico em minutos
Drone salva vida de idoso entregando aparelho médico em minutos (Foto: European Heart Journal)

Logo em seguida, depois do Ali conseguir reanimar o idoso, a ambulância que foi chamada chegou ao local e as medicações necessárias para aquele momento foram administradas pela equipe.

“Acho que é uma ferramenta muito boa, principalmente quando se trata de pacientes que estão longe do hospital mais próximo”, confessou o Ali sobre a experiência que teve.

Uma ação que pode transformar um futuro bem próximo

Como chegamos a falar mais acima, o projeto vem sendo algo experimental pela empresa Everdrone em colaboração com o Centro de Ciências de Reanimação do Instituto Karolinska de Estocolmo.

A verdadeira intenção desse teste é fazer exatamente o que foi feito para ajudar o médico Ali durante o socorro: enviar equipamentos e medicações em tempo recorde para quem está longe de hospitais.

“Esses drones podem entregar kits de trauma em várias situações e ir a ilhas ou outros lugares de difícil acesso. Começamos com o desfibrilador porque é um elemento onde os minutos contam e no qual um drone pode realmente fazer a diferença”, disse o Mats Sällström, presidente da Everdrone.

Durante quatro meses, foram recebidos 14 alertas de paradas cardíacas onde o projeto poderia auxiliar. Em 12 dos casos em que foram enviados 11 deles obtiveram sucesso.

Esperamos que essa ferramente seja estudada com bastante afinco, pois com muita certeza continuará salvando vidas.

Fonte: Bit Magazine

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar