Ex-vendedor de trufas que se tornou enfermeiro irá trabalhar na Alemanha

Uma inspiração quando o quesito é determinação!

Ex-vendedor de trufas que se tornou enfermeiro irá trabalhar na Alemanha
Ex-vendedor de trufas que se tornou enfermeiro irá trabalhar na Alemanha
publicidade

Se existe uma grande verdade sobre nós, é que somos apaixonados por pessoas que acreditam nos seus sonhos e que sempre procuram dar um jeitinho para conseguir realizá-lo, não importa a situação em que esteja. 

E com certeza amamos conhecer o enfermeiro Carlos Eduardo Arruda, de 25 anos, que sempre procurou meios para conseguir manter o seu curso e conseguir realizar o seu grande sonho.

Para Carlos, cuidar das pessoas não é apenas uma vontade que sente. Mas sim tudo aquilo que sempre lhe instigou a buscar uma forma de fazer isso sempre.

publicidade

Filho de uma professora, o enfermeiro chega a afirmar que as coisas não eram nada fáceis para os dois. Sozinhos, ele contou com a ajuda do Fies para conseguir o financiamento do curso, que não é um dos mais baratos. E disse mais:

“Busquei o Fies porque a mensalidade na faculdade onde eu estudava era R$1.200. Minha mãe era professora e nós não tivemos ajuda do meu pai. Se não fosse o auxílio eu não teria condições de fazer a faculdade porque o curso é muito caro”.Ex-vendedor de trufas é convidado como enfermeiro para trabalhar na Alemanha

Os esforços que eram necessários

Hoje, ele coordena a Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) em Iaçu (BA). Mas não se esquece de que até passou um tempo vendendo trufas nos semáforos para conseguir prosseguir com a sua graduação.

Embora as mensalidades do curso fosse coberta, os “detalhes” a mais como passagens, alimentação e claro, a casa, requeriam suporte para se sustentar.

Nesse meio tempo, Carlos até contou como era difícil ser tratado com ignorância e como alguém que não estava ali pelas pessoas que passavam por perto: “Tinha gente que virava o rosto para mim”.

publicidade
Ex-vendedor de trufas é convidado como enfermeiro para trabalhar na Alemanha

Haviam dias que as vendas eram boas e outros nem tanto. Porém, ele nunca deixou de se sentir grato pelo que conseguia arrecadar, mesmo que fosse apenas R$25.

Um exemplo de determinação 

Com uma rotina completamente diferente da que tinha, hoje ele atua fazendo aquilo que sempre sonho fazer: cuidar das pessoas que são seus pacientes. E hoje, se torna um exemplo de determinação para nós.

“Sempre tive paixão pela área da saúde. Há muito tempo, pensei em fazer Medicina, mas esse curso, para quem é pobre como eu, é difícil, principalmente por causa da concorrência, a nota de corte é muito alta. Optei por Enfermagem porque é uma área que também gosto”.

publicidade
Ex-vendedor de trufas é convidado como enfermeiro para trabalhar na Alemanha

Para o Carlos, os profissionais de medicina não recebem o valor que tanto merecem aqui no Brasil. E quando apareceu a oportunidade de trabalha em um hospital fora do país, ele se inscreveu e disse mais:

“Passei no processo seletivo para trabalhar como enfermeiro na Alemanha. Lá eles procuram enfermeiros de outros países. Vou começar um curso de alemão ofertado pela empresa e, daqui a um ano, vou trabalhar em um hospital de lá”.

Estudando alemão para ano que ver ir ao novo emprego, de uma coisa temos certeza: todos os esforços que ele fez valeram a pena. Carlos é um verdadeiro motivo de inspiração para nós!

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Fonte: Só Notícia Boa

O que você achou? Siga @awebic no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar